Será que você tem Amenorreia? Saiba o que é, as causas e tratamento!

Para aquelas que já têm uma vida sexual ativa, a falta da menstruação geralmente remete a uma só coisa: gravidez. Agora, você sabia que a ausência da menstruação - ou Amenorreia - pode ter diversos outros motivos? .

A menstruação é a descamação das paredes internas do útero quando não há fecundação. Por padrão, o ciclo menstrual acontece, em média, a cada 30 dias e sua ausência pode indicar alguma disfunção hormonal que precisa ser investigada.

É importante lembrar sempre que a Amenorreia é um sintoma e não um diagnóstico. 

Isso quer dizer que, com a análise e exames clínicos realizados por um médico ginecologista, é possível entender quais são as causas do ciclo menstrual não acontecer como é esperado.

Em outros casos, é totalmente normal que a menstruação não aconteça: antes da puberdade, na gestação, durante a amamentação e na menopausa. 

Confira agora tudo o que você precisa saber sobre Amenorreia, suas causas e tratamento!

Tipos de Amenorreia

A primeira coisa que você precisa saber sobre a Amenorreia é que existem dois tipos possíveis de ausência da menstruação, que se diferencia principalmente em relação ao momento de vida da mulher. 

  • Amenorreia primária: esse tipo se caracteriza quando a primeira menstruação - também conhecida como menarca - não acontece até os 13 anos. Nesses casos, a paciente também não apresenta o desenvolvimento de características corporais como crescimento das mamas e pelos na região da vagina e nas axilas. Também é considerada Amenorreia primária quando a adolescente não menstrua até os 16 anos, mesmo que tenha desenvolvido as outras características corporais relacionadas aos hormônios.
  • Amenorreia secundária: no caso da Amenorreia secundária, a ausência da menstruação surge depois da paciente já ter tido outros ciclos menstruais - sendo no mínimo três menstruações ou seis meses seguidos sem ciclos. Nesses casos é comum que a mulher tenha ciclos irregulares antes da menstruação parar. 

Quando se fala em Amenorreia, em todos os dois tipos, o principal sintoma sempre será a ausência do ciclo menstrual. 

No entanto, as pacientes podem manifestar também dores de cabeça, acne, falta de lubrificação vaginal e cólicas periódicas mesmo quando não há sangramento. Em casos mais extremos, mulheres apresentam características masculinas em seu corpo, como o engrossamento da voz e o desenvolvimento mais acentuado de músculos. 

É possível também que a mulher não sinta nenhum desses sintomas e mesmo assim apresente a Amenorreia de forma assintomática.

O que pode causar a Amenorreia 

Ao procurar um ginecologista relatando ausência da menstruação, o indicado é que a primeira hipótese a ser investigada seja sempre a gravidez - mesmo que a paciente não tenha essa suspeita. 

Durante a gestação - assim como na amamentação e na menopausa -, os níveis de progesterona e estrogênio são alterados fazendo com que, naturalmente, o ciclo menstrual não aconteça. 

Descartada a possibilidade de gravidez, é necessário investigar mais a fundo os motivos que podem estar causando a Amenorreia, que pode ser gerada por um desequilíbrio hormonal sem causa natural, problemas no sistema reprodutor feminino, entre outros motivos.

Outras causas da Amenorreia:

  • Síndrome dos ovários policísticos;
  • Menopausa precoce;
  • Colocação de um Dispositivo Intra-uterino (DIU);
  • Excesso de hormônio no corpo gerado pelo uso de pílulas anticoncepcionais, ingestão constante de pílulas do dia seguinte ou outros motivos;
  • Problemas na tireóide;
  • Alto nível de stress;
  • Uso de alguns remédios antidepressivos;
  • Tumores ou cistos nos ovários;
  • Hímen imperfurado - quando a membrana é tão fechada e grossa que a menstruação não consegue passar por ela;
  • Transtornos alimentares;
  • Obesidade;
  • Excesso de atividade física.

As causas são tantas que vão desde as mais simples, chegando a diagnósticos mais complexos que podem até mesmo comprometer a fertilidade da mulher. 

No final, o mais importante é sempre contar com um acompanhamento médico especializado que possa investigar, orientar e tratar sempre que necessário. 

Em todos os casos também costuma ser avaliado o histórico familiar da paciente para entender se existe alguma influência genética que indique um dos diagnósticos possíveis.

Quando procurar um ginecologista

Para entender melhor o que pode estar causando a Amenorreia, é indicado procurar um ginecologista caso a menstruação pare e o ciclo menstrual não aconteça por mais de três meses. No caso da Amenorreia primária, é necessário procurar um médico quando a adolescente completar os 13 anos sem que a menarca tenha acontecido. 

Além da análise em consultório para entender os hábitos e possíveis causas da Amenorréia pelo histórico da paciente, o ginecologista costuma indicar exames laboratoriais para avaliar os níveis de hormônios como estrogênio, progesterona, prolactina, TSH, FSH e LH. 

A depender do caso também pode ser solicitado ultrassom transvaginal ou pélvico, para investigar se existem alterações no sistema reprodutor. 

O diagnóstico é realizado pelo ginecologista por meio da avaliação do histórico da paciente, exames de sangue, ultrassom pélvico e exames ginecológicos.

Tratamentos contra a Amenorreia

Os tratamentos possíveis variam muito de acordo com o diagnóstico a partir da ausência da menstruação. 

A depender do motivo que está causando a Amenorreia, a situação pode ser revertida com a adoção de hábitos mais saudáveis em sua rotina - ajustando a alimentação e incluindo a prática de exercícios físicos -, enquanto em outros casos o tratamento pode incluir remédios para a correção dos níveis hormonais ou cirurgias.  

Lembrando que é sempre fundamental manter uma rotina de visitas anuais ao ginecologista, mesmo quando não existe uma queixa, para exames preventivos e orientações necessárias em cada momento da vida da mulher. 

Depois de saber mais sobre a Amenorreia, que tal entender melhor sobre seu ciclo menstrual? 

No blog da Fleurity você encontra conteúdos sobre o funcionamento do nosso assoalho pélvico, sobre as temidas cólicas, dicas de como lidar com a TPM, e diversos outros temas que vão fazer a diferença no seu dia a dia. 

Confira e aproveite!

Carrinho de compras

Não há mais produtos disponíveis para compra

Seu carrinho está vazio.

✔️ Produto adicionado com sucesso.