Cisto no ovário engorda? Saiba tudo sobre o assunto

Se você está lendo esse artigo, provavelmente pesquisou sobre o tema — então, sua dúvida é se cisto no ovário engorda. Antes de tudo, fique tranquilo, essa é uma das dúvidas mais comuns e nós vamos te ajudar a responder todas as suas perguntas sobre o assunto. 

Então, continue a leitura desse texto e aprenda tudo como se cuidar se você tem cisto no ovário

O que é o cisto no ovário?

Os cistos ovarianos são um problema comum em mulheres que estão na idade da menstruação. De modo geral, eles são sacos cheios de líquido que se formam dentro e sobre os ovários. Esses cistos geralmente são inofensivos e causam pouca ou nenhuma dor se forem pequenos. 

Muitas vezes desaparecem por conta própria. Mas, no caso de cistos grandes, eles podem causar problemas como dor abdominal, inchaço e dor lombar. 

Além disso, o cisto no ovário pode levar a problemas maiores, como a síndrome dos ovários policísticos, se não forem tratados no início. Basicamente, isso é causado devido ao desequilíbrio dos hormônios sexuais nas mulheres.

Afinal, cisto no ovário engorda?

Cisto no ovário não engorda. Isso pode ser uma impressão causada pelo inchaço do corpo. Na verdade, o cisto pode fazer com que haja um aumento no abdômen, o que pode causar a confusão. 

Então, se você foi diagnosticado com ovário policístico, não precisa se preocupar, isso não vai ser a razão do seu ganho de peso. 

Como saber se eu tenho um cisto no ovário?

As mulheres muitas vezes os descobrem porque causam dor intensa semelhante a cãibras quando se rompem, sangram ou são empurrados. Os sintomas não relacionados à dor pélvica incluem inchaço do abdômen, dor durante o sexo, períodos menstruais irregulares, dor ao urinar e dor lombar. 

Se você tiver algum desses sintomas, entre em contato com seu médico imediatamente, para que ele possa examiná-lo adequadamente. 

Aliás, disso, lembre-se que nem todos os cistos causam sintomas, mas podem ser detectados durante seus exames pélvicos de rotina (outro motivo para manter sua visita anual ao ginecologista).

Existe alguma causa comum para o cisto no ovário?

Um histórico de cistos ovarianos em sua família, tabagismo e menstruação precoce podem afetar o desenvolvimento de cistos ovarianos. Além disso, geralmente, as mulheres com idades entre 20 e 35 anos são mais propensas a desenvolvê-los

Como posso tratar o cisto no ovário?

Alguns vão embora por conta própria. Mas, para aqueles que não o fazem, seus sintomas podem ser tratados com pílulas anticoncepcionais ou, se forem mais graves, podem ser tratados com cirurgia: uma laparoscopia (pequena incisão, pequeno instrumento usado para remover pequenos cistos) ou uma laparotomia (incisão maior através do estômago para remover cistos maiores). 

Em última análise, a melhor maneira de detectar cistos ovarianos é consultar seu médico.

[Bônus] Dicas de alimento para reduzir o “ganho de peso” causado pelo cisto no ovário

Agora que você já sabe que a impressão de ganho de peso é causada pelo inchaço abdominal, confira algumas dicas alimentares para te ajudar nesse processo. Confira abaixo:

Alimentos ricos em fibras

Os alimentos ricos em fibras são peras, laranjas, lentilhas e ervilhas. Eles contêm fitoquímicos que impedem a reabsorção do hormônio estrogênio no corpo. 

Como resultado, eles reduzem ainda mais o risco de câncer de ovário. O desequilíbrio hormonal é comum em mulheres com problemas de cisto que podem ser aliviadas pelo consumo desses alimentos.

Alimentos proteicos magros

É necessário manter o peso saudável nesta situação. Opte por proteínas magras como peixe, tofu e frango, que são nutritivas e mantêm o equilíbrio dos hormônios. Alimentos ricos em gordura podem levar à inflamação que pode causar muitos desconfortos.

Chá de camomila

Este chá calmante tem um grande efeito no relaxamento das cólicas causadas pelo cisto. Tem propriedades anti-inflamatórias que podem combater a dor e até mesmo o inchaço. Uma xícara quente deste chá pode ajudá-lo a aliviar os sintomas.

Alimentos ricos em magnésio

Adicione os alimentos com alto teor de magnésio em sua dieta, o que é bastante útil para reduzir as cólicas. Esses alimentos incluem bananas, castanhas de caju, amêndoas, bokchoy, abacates e vegetais de folhas verdes.

Por fim, antes de você ir, te convidamos a acessar o blog da Fleurity e ler vários conteúdos escritos com muito carinho para pessoas que menstruam ficarem informadas. 

Até o próximo artigo! ❤️

Carrinho de compras

Não há mais produtos disponíveis para compra

Seu carrinho está vazio.

✔️ Produto adicionado com sucesso.