Não faça pela "primeira vez" antes de ler isso…

Não faça pela "primeira vez" antes de ler isso…

Se você já teve a sua primeira vez, provavelmente irá pensar: por que eu não encontrei essa lista antes? 

O que vamos falar aqui não serve apenas para quem é virgem, mas, pode ser importante até mesmo para quem já tem uma vida sexual ativa!

Infelizmente, a virgindade é um tema pouco abordado e considerado um tabu principalmente para mulheres jovens…

Por esse motivo, muitas ainda sentem medo em falar abertamente sobre a primeira vez para os médicos e familiares...

Em consequência disso, várias dúvidas vão surgindo e a questão da dor é a que mais preocupa...

Afinal, se você perguntar para as suas amigas ou pesquisar na internet, provavelmente vai ouvir dizer que dói muuuito!

Masss, nós precisamos falar que a “primeira vez” não é um bicho de sete cabeças como muitos dizem, ok?

A primeira vez também envolve muitas questões, como o autoconhecimento, a maturidade, a prevenção e a importância de conhecer o próprio corpo.

Dessa forma, estamos aqui para quebrar esse tabu e mostrar que falar sobre virgindade não é vergonhoso, e sim importante.

Continue a leitura para tirar todas as suas dúvidas sobre a virgindade e conferir curiosidades suuuper relevantes!

A virgindade não está ligada ao hímen

Há muito tempo as pessoas relacionam o rompimento do hímen com a virgindade.

Ou seja: se o hímen está rompido a pessoa não é mais virgem!

Porém, não é bem assim que acontece, viu?

O hímen é uma pequena membrana protetora localizada na entrada do canal vaginal. 

Pode acontecer do hímen ser rompido devido a penetração, mas, muitas meninas possuem essa membrana mais elástica, enquanto em outras é mais resistente...

Por esse motivo, pode acontecer do hímen não ser rompido mesmo após o primeiro contato sexual!

Aliás, não é somente a penetração que pode causar o rompimento da membrana protetora, sabia?

Algumas atividades simples podem ocasionar o rompimento do hímen, como por exemplo:

  • Movimento brusco, como abrir as pernas;
  • A prática de algum esporte;
  • Andar a cavalo;
  • Masturbação com os dedos;
  • Masturbação com objetos;
  • Lesões, como cair de bicicleta, por exemplo.

Esses e outros fatores podem ser responsáveis pelo rompimento da membrana protetora – ou seja, o hímen.

Ou seja, se uma pessoa quando criança teve a ruptura do seu hímen por conta de algum acidente, isso não significa que ela deixou de ser virgem, certo?

Afinal, quando criança ela nunca teve uma relação sexual…

O que aconteceu foi apenas o rompimento da membrana que fica ali na entradinha da vagina.

Inclusive, existem casos de mulheres que nascem sem o hímen. 

Sendo assim, a virgindade em si significa a primeira experiência sexual e não tem ligação com o hímen!

Ou fato muito importante é que a primeira experiência sexual e a “perda da virgindade” não é apenas entre o pênis e a vagina, viu?

A primeira relação sexual sempre dói?

Quando se trata do primeiro contato sexual, é normal se sentir insegura e preocupada em relação à dor...

Principalmente porque muitas pessoas contam que a primeira vez foi ruim e dolorosa, porém, a realidade é beeem diferente!

Se a primeira relação sexual envolver a penetração, pode haver um desconforto no início sim…

Porém, isso depende de pessoa para pessoa!

Inclusive, a dor costuma estar relacionada ao nervosismo e não a penetração em si. Sabia disso?

Em momentos de tensão, os músculos da vagina tendem a se contrair, dificultando a entrada do pênis e causando a dor na penetração.

É importante se atentar a lubrificação, pois, nem sempre a vagina está úmida o suficiente para que ocorra a penetração...

Então, invista nas preliminares para aumentar a presença de secreção natural da vagina! 

Outra alternativa é utilizar um lubrificante à base de água que pode ser encontrado facilmente em farmácias.

Sem erro! O segredo é relaxar e garantir que você esteja segura o suficiente para viver esse momento com a pessoa que escolheu, ok?

 

Vai sangrar depois do primeiro contato sexual?

Ao contrário do que muita gente pensa, não são todas as mulheres que têm sangramento vaginal após a primeira relação sexual

Embora a maioria das mulheres tenham um sangramento, isso não é uma regra, ok?

Na verdade, não ter sangramento na primeira vez também é bastante comum!

Isso acontece porque cada mulher tem o seu hímen com uma espessura diferente, e em alguns casos, há mulheres que nascem sem essa membrana!

Como já te contamos, o hímen é uma membrana fina que cobre a entrada do canal vaginal... 

E, muitas vezes, essa membrana pode se adaptar à mucosa vaginal quando é penetrada e não causar nenhum sangramento. 

Além disso, nas mulheres que possuem o hímen mais elástico e resistente, dificilmente haverá perda de sangue durante o rompimento.

Então, a quantidade e o sangramento vão depender da espessura, tamanho e tipo de hímen!

É importante lembrar que a quantidade de sangramento são apenas algumas gotas e não é nada exagerado, como o fluxo da menstruação. Viu?

Como você pode se prevenir?

Mesmo que você faça o uso de algum método contraceptivo, como o anticoncepcional, é importante se prevenir da forma correta!

Então, se você está pensando em transar, use seeempre camisinha – em todas as suas relações, não apenas ao perder a virgindade.

Além de evitar uma gravidez indesejada, os preservativos quando usados corretamente previne as doenças sexualmente transmissíveis (DST) e infecções ginecológicas.

Seja namoro, ficante ou amigo, a camisinha é peça fundamental em uma relação sexual…

Então, nada de acreditar nessas histórias de que é impossível engravidar de primeira ou que “elx não gosta de usar camisinha”.

Se essa pessoa recusa usar a camisinha, é bem provável que ela já fez isso ou faz isso com outras pessoas.

Não coloque a sua saúde em risco e use camisinha sempre. Ok?

Além disso, é muuuito importante que você vá ao ginecologista após a sua primeira relação sexual para fazer os exames necessários.

Aproveite a consulta para tirar todas as dúvidas e buscar a orientação sobre os diferentes métodos de contracepção.

Pode ser que você se sinta desconfortável na primeira consulta, mas, não sinta vergonha…

Os ginecologistas estão acostumados a falar sobre sexo, libido, vaginas e dar orientações o tempo todo!

O corpo muda após perder a virgindade?

Por incrível que pareça, isso não passa de um mito!

O que acontece é que a maioria das pessoas passam pelo primeiro contato sexual na adolescência, ou seja, na época da puberdade.

Na época da adolescência, o corpo muda com ou sem sexo e isso está relacionado mudanças hormonais.

A masturbação é importante para a primeira vez?

A resposta é: simmm, e muito!

Como já te contamos aqui, “perder a virgindade” está relacionada à primeira vez que você tem a sua primeira relação sexual.

Ou seja, se masturbar não significa que você não é mais virgem, viu?

Se masturbar significa explorar o seu corpo, saber quais são as suas zonas erógenas e onde está o seu ponto G!

Sendo assim, a masturbação é um ótimo caminho para tornar a sua primeira vez menos pavorosa. Sabe por quê?

Porque conhecendo o seu próprio corpo, você irá guiar a pessoa para que as preliminares sejam mais prazerosas e o nervosismo será menor!

Quer saber mais sobre a masturbação e como praticá-la?

Separamos um conteúdo com dicas maravilhosas para você!

Veja aqui: Como descobrir e estimular o seu ponto G (descubra outros pontos também)

Tem idade para perder a virgindade?

Você pode ter a sua primeira relação sexual quando sentir vontade e achar que chegou o “momento certo” e nunca por conta da pressão que é colocada sobre nós! 

“Precisa ser com algum parceiro fixo?”

A única coisa que importa é que a pessoa com quem você escolheu te respeite e te deixe confortável...

Ou seja, se será com um parceiro fixo ou não, isso é o de menos...

A escolha deve ser sua e o momento certo é você quem define, ok?

Então, para que seja uma experiência prazerosa, é importante que haja um diálogo para que limites sejam estabelecidos caso seja necessário.

Existem alguns fatores que podem ser importantes para você vivenciar este momento, como:

  • Se essa decisão foi sua;
  • Se você está realmente preparada; 
  • Escolher um lugar confortável para você;
  • Estar tranquila e estar bem emocionalmente para passar por essa nova experiência;
  • Não ter pressa e não se forçar a fazer nada que não se sinta confortável;
  • Usar preservativo sempre, independente da pessoa que você está se relacionando.

Aliás, a adolescência é uma fase muito importante para se falar sobre sexo e a primeira vez.

Pois, normalmente, é nessa fase que temos o primeiro contato com este universo e a conscientização é fundamental!

Explicar a importância do preservativo e quais são suas principais funções é essencial para que os jovens se protejam de doenças sexualmente transmissíveis (DST).

Bom, chegamos ao fim de mais um conteúdo por aqui no Blog da Fleurity!

Eu espero que você tenha gostado e todas as suas dúvidas tenham sido esclarecidas!

Caso você ainda não siga a Fleurity Brasil no Instagram, corre para seguir! Sabe por quê?

Lá no Instagram postamos conteúdos todos os dias e também vamos avisar nos stories sempre que um conteúdo for postado aqui!

Beijinhos, até o próximo conteúdo :)