Novo significado de TPM: Tempo Para Mim

Novo significado de TPM: Tempo Para Mim

“TPM”. Dizem que só de ler essa palavrinha causa até um arrepio para as mulheres e homens que passam por esse período.

Todo mês, o período pré-menstrual é um incômodo para aquelxs que menstruam devido aos sintomas físicos e emocionais...

Se você também sofre com isso, eu tenho uma notícia ótima para te dar…

Mesmo que a TPM ainda não tenha cura, há diversas atitudes que podem ser tomadas para amenizar os sintomas, viu?

E apesar da TPM causar diversos sintomas físicos e emocionais, isso não deve ser visto como algo ruim...

Porque realmente não é um problema…

Nós precisamos deixar de relacionar a TPM ao sofrimento, a bipolaridade, a dor…

O significado da TPM é muito mais do que apenas isso…

A TPM significa que mais um ciclo está se encerrando em nossas vidas para outros chegarem…

Então, se esse ciclo pré-menstrual já causa tantos sintomas desconfortáveis, por que não se olhar com mais amor?

Se você está disposta a SE CONHECER e aprender como esse fenômeno natural do seu corpo funciona…

Neste conteúdo você irá encontrar tuuudinho o que você precisa saber sobre como lidar com os seus sintomas!

Continue a leitura e encontre todas as respostas para as suas dúvidas.

Vamos começar, amigx?

Por causa da TPM, eu perdia o controle das minhas emoções…

Todo mês era a mesma coisa, uma semana antes da minha menstruação surgiam os meus sintomas pré-menstruais...

Era um período muito difícil para mim…

Eu o-d-i-a-v-a!

Como se não fosse suficiente os sintomas físicos, ficar inchada, com dores de cabeça e sentindo uma cólica insuportável…

Ainda tinha os sintomas emocionais, e para mim, esses eram os piores…

A TPM costumava mexer muito com o meu psicológico…

Eu me sentia muito irritada, ansiosa e chorava sem motivos...

E por incrível que pareça, eu não era a única prejudicada. Sabe por quê?

Eu descontava nas pessoas a minha raiva…

As minhas alterações de humor me tiravam o controle das minhas próprias emoções…

Durante esse período pré-menstrual eu brigava por tudo, gritava e saia xingando todo mundo…

E sabe o que acontecia depois? 

Eu me sentia culpada e chorava muito…

Todo mês era a mesma coisa, a TPM chegava e surgia uma série de sintomas emocionais que me faziam perder o controle.

Todo mês era a mesma coisa…

Parecia um ciclo vicioso…

A TPM começou a trazer problemas para os meus relacionamentos, principalmente com a minha família…

Devido as minhas explosões de raiva, eu também discutia muito com o meu namorado…

Houve um mês em que eu estava de TPM quando fui visitá-lo…

Eu brigava tanto com ele que decidi ir embora um dia antes do previsto...

Foi nesse momento que eu percebi que precisava de ajuda!

Eu odiava tanto estar de TPM que eu sentia vontade de desaparecer do mapa…

E isso não estava me ajudando…

Muito pelo contrário, só estava me prejudicando!

Eu decidi buscar maneiras de como aliviar os sintomas da TPM…

Comecei a praticar exercícios físicos que me ajudaram muito nos sintomas físicos, especialmente com a dor de cabeça…

Mas, os sintomas emocionais continuavam ali, todo mês eu me sentia mal, com raiva e perdida…

Foi quando eu comecei a refletir sobre isso…

Eu vivo dizendo que odeio a TPM porque esse período é tão difícil para mim, e se isso estiver influenciando nos meus sintomas?

Então, eu busquei maneiras de conseguir entender porque os meus sintomas emocionais me afetavam tanto…

Eu fui em busca de me conhecer, e, a partir disso tudo mudou…

Após praticar o autoconhecimento eu aprendi a amar todos os meus ciclos, inclusive a TPM!

Afinal, esse ciclo já é tão difícil para as mulheres e homens que menstruam, então, por que tornar mais complicado?

Hoje eu consigo lidar com o período pré-menstrual de forma leve e aproveitar esse ciclo para aprender a me amar mesmo nas dificuldades…

Meu relacionamento com a minha família e com o meu namorado está mais feliz… 

E o principal: minha relação comigo mesma está cada vez melhor!

Por esse motivo, eu estou aqui para te ajudar a praticar o autoconhecimento e aprender a lidar com os seus sintomas também!

A TPM e o autoconhecimento

O método perfeito para lidar com a TPM é o autoconhecimento! Sabe por quê?

Praticar o autoconhecimento é um exercício que pode te ajudar a lidar com a TPM de forma saudável!

A TPM não é igual para todxs, certo?

Cada pessoa sente de uma forma diferente…

Por essa razão, o autoconhecimento é muito importante!

A forma como você se conhece e sabe como os seus sintomas se manifestam podem te ajudar a saber como aliviar a TPM…

O autoconhecimento vai te ajudar a se manter mais equilibradx emocionalmente para atravessar os dias turbulentos da TPM...

Além disso, a TPM é o momento ideal para você se conectar consigo mesma e também praticar o autocuidado!

Autoconhecimento e a Meditação para TPM

A meditação é uma prática muito conhecida, porém, ainda é pouco praticada...

Estudos de Harvard mostram que a meditação além de promover o autoconhecimento, também traz benefícios contra uma série de condições, como a ansiedade, depressão e o estresse!

E não é só isso, viu?

Então, se você ainda não sabia como aliviar o estresse da TPM…

Ou não sabia o que fazer para aliviar a cólica na TPM…

A meditação é a resposta!

Simmm, isso mesmo!

A meditação ajuda a reduzir os desconfortos e sintomas da TPM!

Mas, ainda não paramos por aqui…

Confira os inúmeros benefícios que a meditação proporciona para a nossa saúde física e emocional, como:

  • Reduz a ansiedade, depressão e o estresse;
  • Melhora o sistema imunológico;
  • Promove o autoconhecimento;
  • Aumenta o foco e a concentração;
  • Fortalece a memória;
  • Aumenta a autoestima;
  • Promove o autocuidado e amor próprio;
  • Amplia as emoções positivas.

Viu só? A meditação é m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a!

A meditação faz com que você foque no presente, não permitindo que os pensamentos negativos tomem conta da sua mente…

Ou seja, a meditação te ajuda a manter o equilíbrio entre o seu corpo e a sua mente!

Como praticar a meditação?

Para colocar a meditação em prática não é necessário muita coisa…

Você pode realizar essa prática quando quiser e onde estiver – e isso torna ela ainda mais incrível!

A única coisa realmente importante é que você esteja em um ambiente calmo e sem pessoas por perto, ok?

É legal reservar pelo menos 1 ou 2 momentos ao longo do dia para se desligar por um tempo…

Você pode meditar assim que acordar, isso ajuda a começar o seu dia com mais foco…

Até mesmo, meditar durante o dia, para se desligar um pouco das tarefas rotineiras…

Ou, quando você for se deitar, afinal, praticar a meditação após um dia corrido ajuda a acalmar a mente e aliviar o estresse antes de dormir! 

Então, vamos entender como funciona a meditação? Vamos lá:

Passo 1: escolha um lugar tranquilo

Prefira ambientes mais tranquilos, onde não tenha pessoas falando ao seu redor e nem barulhos que possam tirar a sua concentração…

E claro, também é necessário que você se sinta confortável neste ambiente.

Pode ser em uma sala, no seu quarto, em um jardim…

Você que escolhe! 

O importante é estar confortável e em um ambiente tranquilo.

Passo 2: mantenha a coluna alinhada

Não existe uma posição que seja obrigatória, ok?

Você pode ficar sentadx ou deitadx em qualquer posição…

Desde que você esteja confortável, mantendo a postura ereta, com os ombros relaxados e o pescoço alinhado!

Caso você esteja sentadx, as suas mãos podem ficar apoiadas uma em cada joelho, para cima ou para baixo…

Ou, caso você opte por ficar deitadx, repouse as suas mãos ao lado do corpo.

Passo 3: controle sua respiração e mantenha o foco

É importante aprender a dar uma atenção mais especial à respiração, utilizando os pulmões completamente.

Faça uma inspiração profunda:

  • Puxe todo ar utilizando a barriga e o tórax;
  • Prenda o ar por 4 segundos;
  • Solte o ar pela boca de forma lenta e prazerosa;
  • Repita o processo.

É importante também que você mantenha o foco, então, você pode manter o foco na sua respiração…

Ou optar por colocar um mantra, uma música relaxante…

Você decide o que é melhor!

Escreva em um diário aquilo que te faz feliz

Pode parecer bobo, mas, escrever em um diário vai te ajudar a refletir sobre você, os seus sentimentos, pensamentos e comportamentos.

E isso é muuuito importante para se autoconhecer! Sabe por quê?

Porque a partir dessa reflexão sobre você, suas próprias ações e emoções, vão surgir dúvidas e questionamentos…

Se questionar e responder os questionamentos é essencial, porque é com base nisso que você irá começar a se conhecer.

Então, após refletir sobre você, escreva tudo aquilo você gosta de fazer durante o período pré-menstrual, como, por exemplo:

  • Eu gosto de me maquiar;
  • Eu gosto de assistir séries;
  • Eu gosto de trabalhar;
  • Eu gosto de comer chocolate;
  • Eu gosto de ler;
  • Eu gosto de hidratar meus cabelos.

Quando você se conhece e sabe aquilo que gosta de fazer, é uma oportunidade de focar somente nas coisas boas e esquecer aquilo que te provoca tristeza na TPM!

Essa lista vai te ajudar a praticar o autocuidado…

Uma prática indispensável durante o período menstrual…

Afinal, saber o que te faz feliz é um passo importante para colocar em prática essas pequenas felicidades no seu dia a dia…

E passar pela TPM de forma leve!

Crie listas com suas qualidades e pontos de melhoria

Reconhecer quais são seus pontos fortes e pontos fracos vão te ajudar a se afastar das alterações de humor, tristeza e ansiedade causadas pela TPM!

Saber suas qualidades vai te tornar uma pessoa mais autoconfiante para gerir as suas emoções e se sentir mais segura de si.

Por outro lado, saber seus pontos fracos vão te tornar uma pessoa consciente do que precisa ser melhorado…

Isso torna o processo bem mais fácil, além de contribuir para estabelecer as suas metas de mudança.

Sendo assim, após fazer uma lista com os seus pontos fracos…

Faça também uma lista do que você irá fazer para melhorar!

Você pode até mesmo atribuir a sua lista de coisas que gosta de fazer, por exemplo:

  • Ao me sentir ansiosa, eu farei meditação;
  • Ao me sentir irritada, eu vou ouvir músicas;
  • Ao me sentir triste, eu vou escrever sobre isso;
  • Ao sentir vontade de comer chocolate, eu vou correndo buscar ele

Fazendo isso você irá conseguir gerir melhor os seus sentimentos diante da TPM de forma mais leve…

Isso porque você estará fazendo aquilo que gosta!

Quer saber a diferença entre os sintomas da TPM e gravidez?

Separamos esse conteúdo para você, veja em: TPM ou gravidez? Veja como descobrir facilmente com esses testes 

Bom, finalizamos mais um conteúdo maravilhoso por aqui.

Espero que você tenha gostado, estou te aguardando amanhã para o próximo conteúdo!

Caso você ainda não siga a Fleurity Brasil no Instagram, corre para seguir! Sabe por quê?

Lá no Instagram postamos conteúdos todos os dias e também vamos avisar nos stories sempre que um conteúdo for postado aqui!