O que é Papanicolau? Para que serve e como é feito o exame.

Se você é mulher, é bem provável que já tenha ouvido falar sobre o Papanicolau - conhecido popularmente como preventivo. Muito comum e importante, também é fácil encontrar quem realiza o exame periodicamente, mas não sabe exatamente o que é, para que serve ou como é feito o Papanicolau

Sabendo do quanto o preventivo é fundamental para a saúde da mulher, reunimos agora tudo o que você precisa saber a respeito. Confira!

O que é o exame Papanicolau? 

O nome técnico do exame é Colpocitologia Oncológica e, assim como a mamografia, o exame é fundamental para o acompanhamento da saúde feminina no diagnóstico de doenças comuns.

O Papanicolau é um exame em que são coletadas células do colo uterino. A amostra é enviada para análise laboratorial com o objetivo de diagnosticar possíveis lesões e/ou alterações que possam indicar o Papilomavírus Humano (HPV), o principal causador do câncer do colo de útero. 

Através do exame, realizado pelo médico ginecologista, também é possível diagnosticar outras doenças sexualmente transmissíveis, como: 

  • Sífilis, 
  • Clamídia;
  • Gonorreia;
  • Candidíase;
  • Entre outras. 

O indicado é que o Papanicolau ou preventivo seja feito pelas mulheres anualmente para um acompanhamento de rotina e, caso seja identificada qualquer alteração, que o diagnóstico e tratamento sejam feitos precocemente. 

Importante saber que, de uma forma geral, o Papanicolau não é um exame de resultados conclusivos. Caso sejam identificadas alterações na amostra encaminhada para um laboratório, o laudo deve ser analisado pelo médico ginecologista que irá indicar os procedimentos e/ou exames complementares para se aprofundar. 

A depender das alterações identificadas, pode ser necessário que o parceiro sexual da paciente também realize alguns exames para um possível diagnóstico.

Em alguns casos específicos, o médico ginecologista pode solicitar à paciente para que ela diminua a frequência para seis meses. 

Também é possível aumentar o período sem a realização do Papanicolau nos casos em que o exame está dentro da normalidade por vários anos seguidos, lembrando que todas essas orientações precisam ser dadas pelo ginecologista. 

Quem deve fazer o Papanicolau?

O Papanicolau é um procedimento simples, indicado para mulheres de todas as idades até os 65 anos, a partir do início das suas relações sexuais. 

Ainda que o Papanicolau seja especialmente importante para mulheres que já tenham uma vida sexual ativa, o exame também pode ser realizado em mulheres virgens a partir dos 21 anos no caso de indicação médica. 

Lembrando que, nesses casos, são utilizados aparatos médicos específicos durante o preventivo para reduzir possíveis desconfortos. 

Na gravidez é recomendado que o Papanicolau seja feito já na primeira consulta pré-natal caso a paciente não tenha realizado nos meses anteriores. O exame pode ser realizado até o quarto mês de gestação sem que haja riscos para a mãe ou para o bebê. 

Após parto, é indicado aguardar entre seis e oito semanas para fazer a coleta.

Como é feito o Papanicolau? 

O exame Papanicolau é um procedimento simples que, por padrão, é feito pelo médico no próprio consultório ginecológico - durando entre 5 a 10 minutos. O exame não dói, mas a paciente pode sentir um desconforto e/ou pressão durante o procedimento pela abertura e raspagem do colo do útero.

Como o preventivo é feito: 

  • Para o exame, a mulher se coloca em uma posição ginecológica, que consiste na paciente deitada na maca, com as pernas entreabertas e apoiadas em suporte específico;
  • O médico introduz, então, um dispositivo médico utilizado para abrir o canal vaginal para que seja possível a retirada da amostra para análise laboratorial;
  • O ginecologista faz uma raspagem da parte interna e externa do colo do útero com aparatos médicos como uma espátula ou escova para retirar a pequena amostra;
  • Além do procedimento, o médico também realiza uma análise de possíveis alterações na parede do colo do útero ou na região da vagina de uma forma geral. 

Em alguns casos pode acontecer um pequeno sangramento após o exame, quando o colo do útero está sensível. Quando ocorre, costuma ser um sangramento pequeno e de curta duração.

Preparação para o preventivo

De maneira geral as recomendações para a preparação anterior ao exame são simples, todas com um mesmo objetivo: evitar qualquer alteração na amostra a ser retirada através da raspagem do colo do útero. 

Preparações para o Papanicolau: 

  • Não estar no período menstrual;
  • Não ter relações sexuais nas 48 antes do exame;
  • Não utilizar géis lubrificantes, cremes ou qualquer outro produto na vagina nas 48 horas anteriores ao Papanicolau;
  • Evitar o uso de duchas higiênicas antes do exame.

Após o exame não há nenhuma restrição ou medida a ser tomada diferente da rotina normal da paciente. 

É importante sempre lembrar que todas as orientações sobre a realização do Papanicolau - ou de qualquer outro exame - deve ser dada pelo médico ginecologista que te acompanha. O especialista terá o conhecimento técnico e as informações específicas sobre a sua saúde para conduzir da melhor forma. 

Cuidar da nossa saúde é um compromisso de autocuidado <3

Por isso, além de entender melhor sobre o exame do Papanicolau, o blog da Fleurity conta com diversos outros conteúdos que vão te ajudar a manter sua saúde íntima sempre em dia. 
Por lá você pode conferir dicas sobre os cuidados com seu assoalho pélvico, com sua vagina, informações sobre a candidíase, entre muitos outros. Confira!

Carrinho de compras

Não há mais produtos disponíveis para compra

Seu carrinho está vazio.

✔️ Produto adicionado com sucesso.