Como reconhecer um relacionamento abusivo?

Nem todos os relacionamentos abusivos são fisicamente violentos. Na verdade, o abuso emocional dentro dos relacionamentos é ainda mais comum do que o abuso físico. E é mais difícil de reconhecer, porque pode se disfarçar como uma forma intensa de amor e devoção.

De modo geral, um relacionamento abusivo muitas vezes parece incrivelmente apaixonado e romântico no início, e depois gradualmente desce à manipulação e crueldade.

Então, se você quer saber como identificar um para se ajudar ou auxiliar uma vítima, continue a leitura do artigo de hoje!

O que é um relacionamento abusivo?

Resumidamente, abuso significa tratar alguém com violência, desrespeito, crueldade, dano ou força. Nesse sentido, quando alguém trata seu parceiro de qualquer uma dessas maneiras, é considerado um relacionamento abusivo

O abuso em um relacionamento pode ser físico, sexual ou emocional — ou pode ser tudo isso.

Um parceiro abusivo pode usar palavras maldosas, ameaças ou te fazer sentir vergonha. Além disso, eles podem agir com ciúme ou com comportamento controlador e violência física ou sexual.

Como saber se estou em um relacionamento abusivo?

Se você está desconfiando de que está vivendo com um parceiro abusivo, é preciso criar alguns sinais de alerta. Abaixo, você confere alguns que podem estar evidentes:

  • O seu parceiro prejudica você fisicamente de qualquer forma. Isso inclui bater, empurrar, sacudir ou chutar;
  • Seu parceiro ameaça prejudicá-la se você deixar o relacionamento;
  • Seu parceiro força você, ou tenta forçá-la, a qualquer tipo de ato sexual que você não quer;
  • O seu parceiro tenta controlar partes de sua vida, como como você se veste, com quem você sai e o que você diz;
  • O seu parceiro muitas vezes envergonha você ou faz você se sentir indigno
  • Seu parceiro distorce a verdade para fazer você sentir que é a culpada por suas ações;
  • Seu parceiro exige saber onde você está o tempo todo;
  • O seu parceiro muitas vezes age com ciúmes ou raiva quando você quer passar tempo com seus amigos;
  • Seu parceiro exige ou solicita suas informações de login para suas contas nas redes sociais.

Relacionamentos psicologicamente ou mentalmente abusivos são especialmente insidiosos porque a vítima se acostuma com o comportamento de seu parceiro, pensa que é “normal” e começa a acreditar no que o agressor diz sobre ela.

Então, se você se identificou com algum dos tópicos acima ou acredita que algum amigo e/ou pessoa próxima está passando por isso, procure ajuda.

Como sair de um relacionamento abusivo?

Agora que você sabe o que é um relacionamento abusivo, confira, abaixo, algumas dicas para sair dessa situação e manter o seu bem-estar. Veja abaixo: 

Saiba que você tem o direito de estar seguro

Você tem o direito de ser tratado com respeito. Então, saber disso é o primeiro passo.

Confie em alguém que você conhece

Diga a um pai, mãe, profissional de saúde ou amigo o que você está passando para que eles possam ajudar. Muitas pessoas sabem como ajudar nesta situação e você não estará sozinho

Obtenha a ajuda de psicólogos para lidar com o trauma

Passar por abuso psicológico ou físico pode deixá-lo confuso, assustado ou exausto. Então, encontre um terapeuta para ajudá-lo a recuperar sua força emocional. Eles podem ajudá-lo a classificar as muitas emoções com as quais você pode estar lidando.

Quais são as consequências de um relacionamento abusivo para a minha saúde mental?

Relacionamentos abusivos afetam fortemente a autoestima, o bem-estar e o senso de autonomia de um indivíduo. Além disso, as consequências para a saúde mental podem incluir depressão, ansiedade, pensamentos suicidas e sentimentos de vergonha e culpa. 

O indivíduo também pode experienciar flashbacks, retraimento social, dificuldade de concentração, dor crônica e insônia. Na verdade, infelizmente, uma vez que um indivíduo se adapta a ser vitimizado e comece a acreditar que merece ser tratado dessa maneira, ele pode retornar a esse padrão nos relacionamentos até que tome medidas para interromper o ciclo.

Afinal, como me curar de um relacionamento abusivo?

Depois que um relacionamento abusivo termina, é importante tomar medidas para reparar o dano que ele causou à autoestima, autoconfiança, independência e capacidade de confiar nos outros. 

A recuperação do abuso emocional começa com o reconhecimento de que o abuso ocorreu, em vez de minimizá-lo ou negá-lo a si mesmo.

O próximo passo é começar a mudar os padrões mentais que estão ligados ao abuso. Isso inclui mudar pensamentos e crenças negativas, como pensar que o abuso foi tudo culpa sua, que você nunca estará em um relacionamento saudável ou que poderia ter feito algo diferente que teria evitado o abuso. 

Além disso, a cura de um relacionamento emocionalmente abusivo envolve honrar suas próprias necessidades e desejos, fazendo o que você ama e o que o faz verdadeiramente feliz. 

Isso inclui cultivar conexões autênticas com amigos confiáveis ​​que têm seus melhores interesses no coração e praticar o autocuidado para reequilibrar o sistema nervoso após o estresse crônico de um relacionamento abusivo.

E, se você estiver passando por essa situação, é de extrema importância que você procure alguém da sua confiança para relatar o problema. Caso haja agressões, é fundamental que os órgãos responsáveis sejam contatados. 

Por fim, antes de você ir, te convidamos a acessar o blog da Fleurity e ler vários conteúdos escritos com muito carinho para pessoas que menstruam ficarem informadas. 

Até o próximo artigo! ❤️

Carrinho de compras

Não há mais produtos disponíveis para compra

Seu carrinho está vazio.

✔️ Produto adicionado com sucesso.