Você pode lidar com a tristeza! Veja 5 formas fáceis de lidar com ela

Você pode lidar com a tristeza! Veja 5 formas fáceis de lidar com ela

A tristeza faz parte das seis emoções básicas que todos os seres humanos sentem, sendo as outras: medo, felicidade, repulsa, surpresa e raiva.

Todos nós vamos passar por um momento de melancolia na vida, e esse sentimento costuma estar relacionado a baixa autoestima, angústia, cansaço, culpa e solidão...

A tristeza também pode surgir após um acontecimento desagradável, como o luto, separação, mágoa de alguma pessoa…

Mas, ainda assim, é possível se sentir triste sem nenhum motivo aparente.

Para algumas pessoas, é desafiador descobrir como lidar com a tristeza…

Afinal, esse sentimento pode absorver a nossa disposição e afetar outras áreas da nossa vida.

Mesmo vivendo momentos de tristeza, o ideal é aprender com eles para que seja mais fácil administrar este sentimento...

Isso é muuuito importante para mantermos o equilíbrio da nossa saúde mental e também física.

A primeira coisa que deve ficar clara é o fato de ser completamente normal, e até saudável em alguns momentos, se sentir triste. 

Muitas pessoas pregam que devemos estar felizes o tempo todo, mas, todo mundo vive momentos de tristeza...

Faz parte da evolução do ser humano e por isso devemos aprender com ela!

No entanto, quando a tristeza se torna persistente, ela pode se tornar um sentimento cada vez mais profundo e, em alguns casos, levar à depressão.

Pensando nisso, preparamos esse conteúdo recheado de dicas para te ajudar a aprender com a tristeza e saber lidar com ela nos momentos difíceis...

Continue a leitura para conferir amigx!

Diferença entre tristeza e depressão

Por mais estranho que pareça, a tristeza pode ser considerada um sentimento momentâneo e saudável.

Como já te falamos aqui, este sentimento faz parte das emoções básicas, sendo comum entre as pessoas.

No entanto, é importante ficar de olho quando a tristeza se torna frequente e atrapalha as tarefas do dia a dia…

Mas como saber diferenciar a tristeza e um quadro de depressão? 

Conhecer as diferenças ajuda a entender o que você está sentindo e saber quando procurar a ajuda de um especialista.

Duração

Um quadro de tristeza considerado saudável costuma durar algumas horas ou até alguns dias – depende do emocional de cada pessoa.

Já a depressão, sem o tratamento certo, pode ser permanente e durar meses ou anos.

Na verdade, uma pessoa é diagnosticada com depressão quando a tristeza dura mais de duas semanas.

Intensidade

A tristeza é um sentimento normal e não costuma afetar a sua produtividade.

Ou seja, mesmo triste e com vontade de não fazer nada, você consegue realizar as tarefas simples do dia a dia.

Já no caso da depressão, este sentimento pode afetar vários aspectos da vida: saúde, trabalho, relacionamentos, família e vida social. 

Causas

A tristeza geralmente surge devido a um acontecimento específico.

Já no caso da depressão, existem alguns fatores que podem aumentar o risco dela se desenvolver, por exemplo: 

  • Deficiência de algumas substâncias pelo cérebro;
  • Herança genética;
  • Vícios;
  • Doenças físicas;
  • Perda de uma pessoa especial;
  • Outras condições psicológicas;
  • Baixa autoestima;
  • Traumas psicológicos;

Sintomas

A tristeza é um sentimento comum entre as pessoas que estão em um quadro de depressão, porém, há uma diferença...

A tristeza considerada saudável, é passageira e diminui conforme o tempo passa…

Já a tristeza causada pela depressão é persistente, dura mais de duas semanas e causa a falta de interesse nas atividades que antes eram prazerosas.

Além disso, a depressão causa outros sintomas além da tristeza, confira quais são:

  • Dificuldades de concentração;
  • Perda ou aumento de apetite;
  • Dificuldade para dormir;
  • Insônia;
  • Cansaço;
  • Irritabilidade e explosões de raiva;
  • Perda de memória;
  • Ansiedade, angústia e estresse;
  • Medo, insegurança e desesperança;
  • Baixa autoestima.

Aprendendo a como lidar com a tristeza

Existem algumas atitudes que podem te ajudar a combater a tristeza e aproveitar este momento para aprender!

Veja como você pode combater este sentimento:

Reconheça seus sentimentos de tristeza

A tristeza profunda pode se manifestar quando os sentimentos não estão sendo enfrentados, reconhecidos e gerenciados. 

É importante lembrar que não há problema em se sentir triste ou irritado, pois, essas emoções são vivenciadas por todos nós.

Então, procure encontrar maneiras de lidar com esses sentimentos para que essas emoções não sejam potencializadas.

O primeiro passo para descobrir como lidar com a tristeza é praticar o autoconhecimento, olhar para dentro de si e compreender os seus sentimentos...

Afinal, quando você se conhece bem, você consegue tomar atitudes inteligentes para controlar melhor as suas emoções...

E, isso é fundamental não apenas em momentos de tristeza, mas ao longo de toda a sua vida. 

Quanto mais autoconhecimento se tem, maiores são as chances de tomar boas decisões e viver de acordo com o que te faz bem!

Sendo assim, quando existem causas e elas podem ser resolvidas, manter a calma é a melhor saída.

Mas, quando não existem causas ou elas não podem ser resolvidas, pode não desapegar desses sentimentos negativos? 

Fazendo dessa forma, esses sentimentos negativos não irão prejudicar a sua saúde emocional e física!

É importante ter paciência e não se cobrar excessivamente, isso é um processo e processos podem levar tempo, ok?

Eleve sua autoestima e reconheça o seu valor

A baixa autoestima é uma das principais causas de um episódio de tristeza…

Ou até mesmo, devido a tristeza e os sentimentos negativos, a pessoa se sente inútil e com uma baixa autoestima.

Por esse motivo, é importante elevar a sua autoestima, tirar um tempo para você e repetir todos os dias o quanto você é especial para si mesma!

Acreditar que amor próprio é estar bem o tempo todo só piora tudo, afinal, é impossível estar bem o tempo inteiro, isso faz parte da vida…

Apesar de ser muito importante, o amor próprio e autoestima vai além de apenas se olhar no espelho e se sentir linda…

Amor próprio também significa se priorizar e se cuidar nos dias de tristeza, viu?

Além disso, existem algumas atitudes que podem ser tomadas para aumentar a autoestima e se sentir bem:

  • Eliminar a culpa;
  • Deixar de se comparar com os outros;
  • Confiar em si mesmo;
  • Seja mais paciente com os seus erros;
  • Comemore as pequenas e grandes vitórias;
  • Cuide de você, como, hidratar seus cabelos;
  • Faça uma lista com as suas qualidades.

Com essa lista, você vai conseguir enxergar o valor que tem e elevar a sua autoestima.

Mantenha esta lista sempre por perto para os momentos em que você sentir que está sendo engolida pela tristeza…

E consiga se lembrar sempre do quanto você é especial!

Tenha uma boa alimentação

É essencial manter uma alimentação saudável para controlar as deficiências nutricionais que estão associadas a tristeza e a depressão.

Existem alimentos que aceleram a produção de serotonina e dopamina, hormônios responsáveis pela sensação de prazer e bem-estar.

O triptofano é um aminoácido que ajuda na produção de serotonina…

O hormônio que proporciona a sensação de bem-estar, prazer, regula o humor, a sensação de fome e o sono.

Ou seja, são só benefícios maravilhosos, não é mesmo?

Confira quais são os alimentos ricos em triptofano para incluir em seu cardápio:

  • Queijo;
  • Amendoim;
  • Castanha de caju;
  • Carne de frango;
  • Ovos;
  • Ervilha;
  • Amêndoas;
  • Abacate;
  • Couve-flor;
  • Batata;
  • Banana.

Entre outros alimentos maravilhooosos!

Agora que você tem uma lista de alimentos bem fáceis de encontrar e que são uma delícia…

Corre com a sua listinha para o supermercado e faça suas compras!

Além disso, o triptofano também é responsável por aliviar os sintomas da TPM

Maravilhoso, né?

Pratique meditação

A meditação é uma prática muito conhecida, porém, ainda é pouco praticada...

Estudos de Harvard mostram que a meditação além de promover o autoconhecimento, também traz benefícios contra uma série de condições, como a ansiedade, depressão e o estresse!

E não é só isso, viu?

A meditação também ajuda a reduzir os desconfortos e sintomas da TPM, como aliviar a cólica, por exemplo.

Mas, ainda não paramos por aqui…

Confira os inúmeros benefícios que a meditação proporciona para a nossa saúde física e emocional, como:

  • Reduz a ansiedade, depressão e o estresse;
  • Melhora o sistema imunológico;
  • Promove o autoconhecimento;
  • Aumenta o foco e a concentração;
  • Fortalece a memória;
  • Aumenta a autoestima;
  • Promove o autocuidado e amor próprio;
  • Amplia as emoções positivas.

Viu só? A meditação é m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a!

A meditação faz com que você foque no presente, não permitindo que os pensamentos negativos tomem conta da sua mente…

Ou seja, a meditação te ajuda a manter o equilíbrio entre o seu corpo e a sua mente para afastar os pensamentos negativos e os sentimentos de tristeza.

Para colocar a meditação em prática não é necessário muita coisa…

Você pode realizar essa prática quando quiser e onde estiver – e isso torna ela ainda mais incrível!

A única coisa realmente importante é que você esteja em um ambiente calmo e sem pessoas por perto, ok?

Então, vamos entender como funciona a meditação? Vamos lá:

Passo 1: escolha um lugar tranquilo

Prefira ambientes mais tranquilos, onde não tenha pessoas falando ao seu redor e nem barulhos que possam tirar a sua concentração…

E claro, também é necessário que você se sinta confortável neste ambiente.

Pode ser em uma sala, no seu quarto, em um jardim…

Você que escolhe! 

O importante é estar confortável e em um ambiente tranquilo.

Passo 2: mantenha a coluna alinhada

Não existe uma posição que seja obrigatória, ok?

Você pode ficar sentadx ou deitadx em qualquer posição…

Desde que você esteja confortável, mantendo a postura ereta, com os ombros relaxados e o pescoço alinhado!

Caso você esteja sentadx, as suas mãos podem ficar apoiadas uma em cada joelho, para cima ou para baixo…

Ou, caso você opte por ficar deitadx, repouse as suas mãos ao lado do corpo.

Passo 3: controle sua respiração e mantenha o foco

É importante aprender a dar uma atenção mais especial à respiração, utilizando os pulmões completamente.

Faça uma inspiração profunda:

  • Puxe todo ar utilizando a barriga e o tórax;
  • Prenda o ar por 4 segundos;
  • Solte o ar pela boca de forma lenta e prazerosa;
  • Repita o processo.

É importante também que você mantenha o foco, então, você pode manter o foco na sua respiração…

Ou optar por colocar um mantra, uma música relaxante…

Você decide o que é melhor!

Faça terapia

Buscar uma terapia é um ato corajoso e pode ser muito útil para te ajudar a compreender suas emoções. 

A ajuda profissional irá te auxiliar para saber gerir suas emoções e encontrar soluções para o sofrimento emocional.

A terapia ou psicoterapia também é indicada para aprender a gerir suas emoções, e praticar autoconhecimento e autocuidado…

Entender e praticá-los irá te ajudar a enfrentar suas dificuldades da melhor forma!

Então, não pense que a função do psicólogo é apenas atender casos de depressão profunda ou outras condições psicológicas, viu?

Além dos transtornos psicológicos, a terapia aborda diversos assuntos, como:

  • Término de relacionamento;
  • Problemas financeiros;
  • Conflitos familiares;
  • Processo de luto;
  • Inseguranças, seja no trabalho ou em relação a aparência.

Cuide sempre do seu emocional, e, se as coisas estiverem difíceis, não tenha medo de buscar ajuda profissional!

Bom, chegamos ao fim de mais um conteúdo por aqui no Blog da Fleurity!

Eu espero que você tenha gostado e que esse conteúdo tenha te ajudado de alguma forma.

Caso você ainda não siga a Fleurity Brasil no Instagram, corre para seguir! Sabe por quê?

Lá no Instagram postamos conteúdos todos os dias e também vamos avisar nos stories sempre que um conteúdo for postado aqui!

Beijinhos, até o próximo conteúdo :)