Vídeo
Como inserir o coletor?
Ver vídeo
Vídeo
Como escolher o tamanho do coletor?
Ver vídeo
Vídeo
Como fazer as dobras do coletor?
Ver vídeo
Blog
Guia para tirar dúvidas antes de comprar
Ler agora
Blog
Menstruação e Sustentabilidade
Como aderir ao movimento?
Ler agora
Blog
Menstruação e produção de lixo
Qual a relação?
Ler agora

Conhecendo o Coletor

O coletor menstrual é um copinho de silicone, hipoalergênico e muito flexível. Um ótimo substituto dos absorventes descartáveis, pois é ecológico, higiênico, econômico e reutilizável.

O coletor menstrual é adaptável ao canal vaginal e é indicado para as mulheres a partir da primeira menstruação.

Com ele você poderá ficar protegida por, até, 12hs sem precisar trocá-lo. Uma ótima opção para quem quer se conectar com o seu corpo, entender mais sobre o seu fluxo, sentir-se mais livre e confortável durante o ciclo menstrual.

O coletor é um ótimo companheiro, pois facilita muito o seu dia a dia. Com ele é possível realizar todos os tipos de atividades sem preocupações, assim como, ir à praia, piscina, praticar esportes, usar roupas claras e, até mesmo, dormir sem calcinha!

O coletor menstrual é tudo o que você precisa, prático, sustentável e seguro!

O uso do coletor tem ganhado destaque em relação ao uso de absorventes, pois não possui químicos nocivos. Além disso, é muito mais higiênico e diminui, consideravelmente, a quantidade de lixo gerado e descartado ao longo do ciclo menstrual anualmente, sendo lavável e reutilizável por muito tempo.

O uso do absorvente descartável gera odores desagradáveis, pois o algodão entra em contato com partículas de oxigênio e fica em contato direto com a pele, aumentando, assim, a proliferação de bactérias. Em muitos casos, as mulheres relatam, inclusive, alergias.

Com o coletor não será necessário preocupar-se com nada disso, pois ele formará um vácuo e não permitirá nenhum tipo de contato do sangue com o oxigênio, evitando os odores inconvenientes.

Apenas pela liberdade que experimentamos em não sentir algo incômodo roçando entre as pernas o coletor já vale, e MUITO, a pena! Imagine então se dissermos que é possível, também, dormir com mais tranquilidade, ir à praia ou piscina, fazer esportes, dançar, usar roupas claras e não se preocupar em marcar a roupa e, muito menos, vazar. Não há nada melhor do que você sentir-se bem, segura e confortável.

Você poderá ficar com ele por, até, 12h seguidas, sem precisar trocá-lo. Além disso, poderá ir ao banheiro tranquilamente.

Não há regra para escolher o tamanho específico, mas existem indicações. Por isso, você poderá analisar onde se encaixa melhor e, assim, se sentirá mais confortável de acordo com sua anatomia.

Tipo 1

Recomendado para mulheres com mais de 35 anos ou que já foram gestantes. O coletor tipo 1 possui 46mm de diâmetro, 82mm de comprimento e capacidade de, até, 28ml.

Tipo 2

Recomendado para mulheres com menos de 35 anos e que não passaram por uma gestação. O coletor tipo 2 possui 40mm de diâmetro, 83mm de comprimento e capacidade de, até, 25ml.

Tipo Mini

Recomendado para quem tem o canal vaginal mais estreito, colo do útero mais baixo, ressecamento vaginal, mulheres virgens, adolescentes, mulheres que passaram por uma cirurgia de reconstrução vaginal, mulheres no período da pré-menopausa, período pós-parto (após quarentena) ou período de amamentação. Ele possui 39mm de diâmetro, 63mm de comprimento e capacidade de, até, 12,5 ml.

Clique aqui para realizar nosso quiz e descubrir qual é o tamanho ideal para você!

O coletor possui 3 (três) anos de validade. Com o tempo e conforme o uso, ele irá se desgastando. Essa é uma regulamentação da ANVISA. Sendo assim, é preciso ter atenção e seguir todos os cuidados necessários para o uso correto. Dessa forma, sugere-se o uso do coletor menstrual por, até, 3 anos. Passado esse período de tempo, recomendamos substituí-lo.

Dúvidas de uso

Primeiramente, fique tranquila! Você deve escolher uma das possíveis dobras e inseri-lo no seu canal vaginal, se for necessário, poderá usar um lubrificante a base de água ou, até mesmo, o óleo de coco para facilitar a introdução. Após, introduza o coletor em direção ao ânus, num ângulo de 45ºC.

Feito isso, ele se abrirá dentro do seu corpo e formará um vácuo, coletando o seu sangue menstrual, ao invés de absorvê-lo. Dessa forma, o coletor não causará nenhum odor desagradável, pois não terá contato algum com o ar, o que reduz, drasticamente, a proliferação de bactérias. Muito diferente dos absorventes comuns, que ao entrarem em contato com o ar, facilitam a proliferação de fungos e bactérias, além de gerarem um odor desagradável.

É importante verificar se o coletor está posicionado corretamente e se formou o vácuo. Dessa forma, não ocorrerá nenhum tipo de vazamento.

Não, não há porque se preocupar com isso. A musculatura da vagina é muito flexível, por isso o músculo retornará a mesma forma assim que o coletor for retirado.

Sim, pode, sem problemas! O importante é você se sentir confortável.

Corte, cuidadosamente, com uma tesoura e, se achar necessário, lixe um pouquinho a pontinha que ficou. Lembre-se, não corte tão rente ao coletor, deixe sempre um pedacinho da haste para não correr o risco de perfurá-lo.

Caso você se sinta insegura em cortar a haste, há a opção de usar o coletor do lado avesso, com a haste para dentro!

É extremamente importante desfazer o vácuo na hora de retirar o coletor. Para isso, mantenha-se calma e relaxada para que sua musculatura não fique tensa e dificulte esse processo. Sendo assim, use seus dedos (polegar e indicador) como uma pinça e dê umas “apertadinhas” na base do coletor para remover o vácuo. Você poderá fazer um pouco de força para auxiliar na expulsão do coletor. Force os músculos do períneo e puxe-o. Desse modo, ele sairá mais facilmente.

Ah! Não se preocupe em “perdê-lo lá dentro”, isso não ocorrerá.

A SCT é uma condição rara, mas perigosa, que se origina com uma infecção bacteriana. Não é recomendado ultrapassar o tempo de 12h de uso sem realizar a higienização do coletor, evitando o risco de síndrome do choque tóxico. Sendo assim, deve-se higienizá-lo sempre entre as trocas.

Higienização e Esterilização

Lave bem as mãos com sabonete antes de manipular o coletor. Use apenas sabonete neutro/íntimo e água corrente. Caso haja necessidade, separe uma escovinha ou esponjinha para essa funcionalidade, auxiliando, assim,na limpeza. Após o ciclo, é importante guardar o seu coletor em ambiente seco, no saquinho de algodão (acompanha no kit de coletores), para estar em condições de uso adequadas no próximo mês, período em que irá ocorrer o próximo ciclo menstrual.

Você deverá ferver o coletor, no início e final de cada período da menstruação, caso julgar necessário, você poderá fazer isso em todos os dias do seu ciclo.

Mesmo estando fora de casa, é possível higienizá-lo, sim. Neste caso, será necessário programar-se antes. O ideal seria levar consigo um coletor extra para ser substituído, em caso de urgência (nosso kit possui duas unidades). Também é possível levar uma garrafinha de água, para limpá-lo e, em seguida, usá-lo novamente.

Além disso, há a possibilidade de levar lenços umedecidos que auxiliam na higienização. Possuímos também o porta-coletor esterilizador. Com ele, você poderá armazenar e transportar um coletor. Além disso, ele serve como esterilizador para micro-ondas.

Tendo esses cuidados, não há com o que se preocupar. Porém, a pergunta é: será mesmo necessário trocar o coletor fora de casa?

Nosso coletor mantém você limpa e segura por até 12 horas, dependendo do seu fluxo. A melhor opção é colocá-lo antes de sair para as suas tarefas diárias e retirá-lo só em casa, em seu banheiro, no conforto de casa ou, até mesmo, durante o banho!

Você pode usar uma panela de inox, vidro ou esmaltada para ferver o seu coletor. Cubra-o de água e fique atenta, pois, esse procedimento não poderá ultrapassar os 5 minutos de fervura. É preciso muito cuidado para não esquecer e ultrapassar esse tempo, pois, dessa forma, você poderá queimá-lo.

Faça isso no início e no final de cada ciclo ou sempre que julgar necessário.

Você poderá esterilizá-lo no micro-ondas com o nosso porta coletor e esterilizador. O esterilizador foi desenvolvido para facilitar o processo de esterilização de forma rápida e eficiente. Para isso, você deverá retirar a tampa, colocar apenas um coletor dentro, cobri-lo com água, parcialmente, (não até a borda), fechar a tampa e colocar no micro-ondas por, apenas, 3 minutos. Em torno de 1min30s ele atingirá o ponto de ebulição. Após esse processo, a esterilização estará pronta e basta ter cuidado ao retirá-lo! Faça isso no início e no final de cada ciclo.

Atenção:

Caso o seu micro-ondas seja muito potente, recomendamos que o regule para uma potência mais baixa, evitando que evapore água para fora do esterilizador.

Composição

O coletor menstrual da Fleurity é de silicone, sendo este material composto, em sua maioria, por silício. O silício está presente em quase toda areia, rocha, barro e solo.

Dessa forma, sua cadeia principal é constituída por átomos de silício alternados com átomos de oxigênio. O que o torna, um dos elementos mais comuns na Terra.

Por possuir essas características, ele é considerado um polímero, sendo atóxico e utilizado em diversas áreas e aplicações, como em cosméticos, bicos de mamadeiras, chupetas, entre outros.

Os nossos coletores coloridos contém pigmentos naturais, os mesmos utilizados em produtos de crianças, como mamadeiras, mordedores e chupetas. O coletor da Fleurity é fabricado com silicone hipoalergênico da Dow Corning, empresa referência mundial em silicones. Totalmente seguro para a sua saúde. Por isso, não causa alergias, nem altera o seu pH vaginal.

Quem pode usar o coletor?

Sim, virgens podem usar o coletor menstrual. Na verdade o uso do coletor é permitido desde a primeira menstruação. Recomendamos que meninas ainda virgens consultem antes sua/seu ginecologista para, assim, terem um maior conhecimento sobre o seu corpo. Dessa forma, elas se sentirão mais seguras e confiantes em seu primeiro uso.

Sim, sem problemas! No entanto, é importante consultar o seu ginecologista primeiro para verificar se está tudo “ok”. Muitas mulheres usam e, também, nossa ginecologista comenta que não há nenhum problema.

O coletor menstrual e o DIU ficam em diferentes partes do corpo. Por isso, tudo bem usar os dois ao mesmo tempo. O coletor menstrual fica na vagina, bem no início do canal vaginal, na parte mais baixa. Já o DIU, é inserido no interior do útero e suas cordinhas atravessam o colo do útero e alcançam, somente, o topo do canal vaginal.

Caso venha a fazer o uso do coletor, verifique o tamanho das cordinhas antes do primeiro uso, principalmente, quem tem o colo do útero mais baixo. O ideal é que as cordinhas fiquem bem soltinhas dentro do coletor. Para verificar se elas estão posicionadas dessa maneira, deslize o dedo ao redor das bordinhas do coletor e certifique-se de que não estão presas na lateral e sim, no interior do coletor. Entretanto, é possível solicitar ao seu/sua ginecologista que corte e deixe as cordinhas mais curtinhas para que fiquem do tamanho ideal.

É fundamental que qualquer pessoa que use o coletor menstrual, sempre remova o vácuo antes da retirada para, eventualmente, não correr o risco de puxar as cordinhas do DIU junto. No entanto, o vácuo do coletor não é suficiente para deslocar ou expulsar o DIU.

Recomendamos que visite o seu médico, regularmente,para verificar se o seu DIU está na posição correta.

Claro, pode sim! Experimentando, você descobrirá mais sobre o seu corpo. Além disso, você até perceberá que o seu fluxo pode não ser tão intenso assim. O coletor menstrual irá coletar o seu fluxo ao invés de absorvê-lo e você terá a real noção do quanto menstrua, diariamente, ao longo do seu ciclo. A única questão a ser levada em consideração, é de que a troca poderá ser um pouco mais frequente em dias de fluxo muito intenso.

Sim. É possível usar o coletor com anel vaginal.