Síndrome do Ovário Policístico: acabe com todas as suas dúvidas e conheça os tratamentos

Síndrome do Ovário Policístico: acabe com todas as suas dúvidas e conheça os tratamentos

Os ovários são dois órgãos localizados um de cada lado do útero, responsáveis pela produção dos hormônios sexuais femininos.


A Síndrome do Ovário Policístico – também conhecida pela sigla SOP – é um distúrbio que provoca alteração dos níveis hormonais e atinge cerca de 10% das mulheres na idade reprodutiva. 


Embora seja mais frequente no início da adolescência, a SOP pode surgir em mulheres de todas as idades.


Devido às alterações hormonais há um aumento de tamanho na formação dos cistos nos ovários.


É importante saber que existe uma diferença entre cisto no ovário e ovário policístico, ok?


As principais diferenças entre essas duas condições está no tamanho e no número de cistos.


A SOP pode causar problemas simples, como irregularidade menstrual e acne…


Ou até outros mais graves, como obesidade e infertilidade.


Mas, apesar desses problemas, não há motivos para se preocupar...


A síndrome quando diagnosticada pode ser tratada através de medicamentos, ou até mesmo, com mudanças no estilo de vida!


As causas da Síndrome do Ovário Policístico ainda não foram totalmente esclarecidas, porém, existem algumas possíveis causas.


Sendo assim, no conteúdo de hoje vamos descobrir o que é a SOP, quais seus sintomas, quais são as possíveis causas e como tratá-la!


Quer saber mais sobre o assunto? Então continue a leitura, amigx!


O que é Síndrome do Ovário Policístico (SOP)?


A Síndrome do Ovário Policístico é caracterizada pelas alterações hormonais, sendo associadas com a ausência da menstruação ou ciclos menstruais irregulares.


Sendo definida pelo aumento no tamanho dos ovários, que criam várias bolsas cheias de líquido – ou seja, os cistos.


É importante saber que não é todo mundo que desenvolve pequenos cistos nos ovários, ok?


Afinal, os cistos são um dos sintomas da Síndrome do Ovário Policístico e não a causa. 


Embora eles contribuam para o desequilíbrio hormonal, normalmente, os cistos são inofensivos


O desequilíbrio hormonal causado pela SOP pode elevar os níveis de hormônios masculinos, como a testosterona…


Por esse motivo, algumas mulheres podem apresentar características consideradas masculinas, como o excesso de pelos.


Você sabia que cerca de 8 entre 10 pessoas que são diagnosticadas com SOP possuem ciclos menstruais irregulares?


É importante lembrar que a SOP quando não é tratada pode impactar na saúde a curto e longo prazo…


Confira quais são os problemas mais comuns:


  • Diabetes;
  • Infertilidade;
  • Doenças cardiovasculares;
  • Obesidade;
  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Apneia do sono (dificuldade da respiração no sono). 

Mas, como já dissemos aqui, isso não é motivo para se preocupar...


Pois o diagnóstico precoce e o tratamento adequado podem ajudar a reduzir esses problemas de saúde.


Sintomas da Síndrome do Ovário Policístico


Os sinais e sintomas do ovário policístico podem variar de mulher para mulher e de acordo com as suas alterações hormonais.


Normalmente, os sintomas da Síndrome do Ovário Policístico surgem durante a puberdade e podem piorar com o passar do tempo….


Em outros casos, a síndrome se desenvolve mais tarde, podendo ser em decorrência de algum hormônio ou ganho de peso.


É importante lembrar que nem todas as mulheres apresentam sintomas, mas, esses são alguns dos sintomas mais comuns da SOP:


  • Ciclos menstruais irregulares;
  • Ausência da menstruação;
  • Menstruação com fluxo intenso; 
  • Menstruação com pouco fluxo;
  • Cistos nos ovários;
  • Excesso de pelos no rosto e no corpo;
  • Queda de cabelo;
  • Aumento da oleosidade da pele; 
  • Acne;
  • Manchas escuras na nuca e axilas;
  • Resistência à insulina;
  • Ganho de peso;
  • Dificuldade para engravidar;
  • Depressão e ansiedade.

É comum que esses sintomas comecem a surgir logo após a primeira menstruação – chamada de menarca. 


Em razão disso, algumas pessoas passam a acreditar que os ciclos irregulares e seus sintomas são normais…


Quando, na verdade, podem representar a Síndrome do Ovário Policístico


Como já falamos aqui, a SOP também pode se manifestar mais tarde, após algum gatilho, como o ganho de peso...


Então, caso a mulher identifique pelo menos 3 dos sintomas citados acima, é importante consultar um(a) ginecologista…


O profissional irá fazer a avaliação necessária e solicitar exames para que seja investigada a possibilidade de cistos no ovário.


Causas da Síndrome do Ovário Policístico


Quais são as causas da Síndrome do Ovário Policístico?


Essa é a dúvida de muitas mulheres, principalmente, para aquelas que foram diagnosticadas com a SOP recentemente.


Ainda não se conhece a causa específica da Síndrome do Ovário Policístico…


Mas, estudos dizem que alguns fatores podem influenciar, como a genética, o estilo de vida e problemas hormonais. 

Genética


Estudos acreditam que a SOP tenha um componente genético, ou seja, a pessoa está muito mais suscetível a ter a síndrome se um parente de primeiro grau possui a síndrome.


Isso significa que pessoas que têm mãe ou irmãs com a Síndrome do Ovário Policístico, podem ter uma maior probabilidade de desenvolver a síndrome.


Há teorias de que existem diferenças hereditárias no processo de como os ovários preparam os óvulos para liberação na ovulação.

 

Outra teoria é que a SOP seja vulnerável há alguns fatores, como o peso e a energia, mas isso depende do organismo de cada pessoa.


Alterações hormonais


A maioria dos sintomas da SOP são causados por hormônios – chamados de andrógenos – que estão acima dos níveis considerados normais. 


Como já te contamos aqui, os ovários produzem hormônios que controlam as funções do corpo... 


Um desses hormônios é o estrogênio, que é conhecido como "hormônio feminino”, porque o corpo da mulher costuma produzir mais do que os homens. 


Masss, você sabia que os ovários também produzem os hormônios andrógenos?


Esses hormônios são chamados de "hormônios masculinos", porque o corpo do homem costuma produzir mais do que as mulheres. 


Sendo assim, para estar saudável, tanto os homens quanto as mulheres precisam de certos níveis de ambos os hormônios.


Porém, as mulheres diagnosticadas com a Síndrome do Ovário Policístico possuem um desequilíbrio hormonal…


Por esse motivo, essas mulheres têm níveis de andrógenos acima do normal e podem ter níveis de estrogênio abaixo do normal. 


Os altos níveis de andrógenos são responsáveis por alguns sintomas, sendo eles:


  • Interfere os sinais do cérebro, impedindo que a ovulação ocorra regularmente; 
  • Causa crescimento e amadurecimento dos folículos, formando cistos nos ovários;
  • Ocasiona em outros sintomas, como o crescimento excessivo de pelos e acne.

Insulina


Estudos apontam que o excesso de insulina afeta a capacidade da mulher de ovular devido ao seu efeito na produção de andrógenos.


Ou seja, para as mulheres com SOP, os desequilíbrios hormonais são provavelmente causados pelo excesso de insulina.


A insulina é um hormônio importante para ajudar a mover o açúcar – também chamado de glicose – da corrente sanguínea para as células, para usá-lo como energia.


Além de aumentar a produção de andrógenos, o excesso de insulina age como um sinal para os ovários produzirem testosterona.


Quando alguém tem uma baixa sensibilidade à insulina para processar a glicose, o organismo se ajusta para produzir mais insulina...


Isso produz altos níveis de testosterona, que pode diminuir ou parar o crescimento e a liberação de óvulos no ovário…


Esse processo serve para tentar suprimir a produção de estrogênio e progesterona, hormônios que caminham juntos para um bom funcionamento do ciclo menstrual.


A Síndrome do Ovário Policístico tem cura?


A Síndrome do Ovário Policístico é uma condição que não tem cura, masss, isso não é motivo para se preocupar!


Sabe por quê?


Porque existem opções que ajudam na fertilização, a minimizar os sintomas e prevenir complicações no futuro.


O tratamento deve ser adaptado às necessidades específicas de cada mulher com diagnóstico de SOP.


Ou seja, como a SOP é tratada irá depender dos sintomas de cada mulher e dos seus objetivos.


Vamos descobrir quais são essas opções:


Mudanças no estilo de vida


Em mulheres acima do peso, os sintomas e o risco de desenvolver problemas de saúde a longo prazo podem ser melhorados com a perda de peso.


Aliás, um estilo de vida saudável, incluindo uma dieta nutritiva e exercícios regulares, deve ser adotado por todas as mulheres com SOP.


A perda de peso pode ajudar a restabelecer a função da ovulação e melhorar os sintomas, como crescimento de pelos faciais.


Além disso, diminuir os carboidratos simples e açúcares pode ajudar a manter a insulina equilibrada e pode prevenir inflamação.


Você pode perder peso fazendo exercícios regularmente, seguindo uma dieta saudável e balanceada.


Sua dieta deve incluir os seguintes alimentos:


  • Vegetais;
  • Alimentos integrais, como pão integral, cereais e arroz integral;
  • Carnes magras, como peixe e frango;
  • Frutas, especialmente as frutas vermelhas que não são muito doces;
  • Fibras, que podem ser consumidas através de vegetais crus e frutas com casca.

É recomendado que você solicite o encaminhamento para um nutricionista e monte uma dieta específica para o seu caso.


Pílula anticoncepcional


A pílula anticoncepcional pode ser recomendada para induzir períodos regulares.


Isso também reduzirá o risco de desenvolver câncer endometrial, que está associado à ausência de menstruação regular.


Outros métodos hormonais de contracepção, como o DIU, também reduzem esse risco e mantêm o revestimento do útero fino.


Quem tem Síndrome do Ovário Policistico pode engravidar?


Se ao utilizar os tratamentos anteriores a mulher ainda não conseguir engravidar…


Ela pode recorrer às técnicas de reprodução assistida e nesse caso, a mais recomendada é a Fertilização in Vitro.


A FIV é uma técnica que consiste na fertilização do óvulo pelo espermatozoide em laboratório, para dar origem a embriões que serão transferidos ao útero da mulher.


Ele é o tratamento que oferece mais chances de gravidez às mulheres que têm dificuldade para engravidar, principalmente, em casos de Síndrome do Ovário Policístico.


Chegamos ao fim de mais um conteúdo recheado de informações aqui no Blog da Fleurity!


Então, você gostou desse conteúdo?


Caso deseje conferir mais conteúdos como esse, siga a Fleurity no Instagram, lá nós sempre avisaremos nos stories quando um novo conteúdo for postado aqui no blog!


Beijinho, até o próximo conteúdo :)