Este site tem certas restrições de navegação. Recomendamos o uso de navegadores web como: Edge, Chrome, Safari ou Firefox.

🎉 Somente Hoje: Frete Fixo R$ 9,90 para todo Brasil

5 dicas para aliviar as cólicas menstruais de forma natural

Está sofrendo com as cólicas menstruais e não sabe o que fazer?

Um estudo realizado pelo Ministério da Saúde revelou que mais de 80% das mulheres sentem pelo menos um sintomas de TPM

Entre os sintomas mais comuns está ela, a tão dolorosa e temida cólica menstrual!

E, se você sofre com as cólicas menstruais, é bem provável que você já tenha recorrido aos remédios encontrados nas farmácias, não é?

Isso porque essa é a realidade de muitas mulheres que sofrem com as cólicas menstruais: tomar remédio e desejar uma coberta quentinha.

Porém, você já deve ter ouvido falar que há diversas formas de amenizar as cólicas menstruais naturalmente, certo?

Pensando nisso, preparamos um conteúdo recheado de informações para você conhecer as diversas maneiras de aliviar suas cólicas.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura para descobrir amiga!

O que causa cólicas menstruais?

Conhecida como cólica menstrual, a dismenorréia é muito comum durante a TPM e o período menstrual.

Durante a menstruação, o útero se contrai para se livrar de seu revestimento – conhecido como endométrio…

As cólicas menstruais acontecem quando uma substância química faz o útero se contrair.

Sendo assim, a dismenorreia é dividida em dois tipos principais de cólicas menstruais:

Dismenorreia primária

Sendo considerada o tipo de cólica menstrual mais comum, a dismenorreia primária é causada pela prostaglandina. 

A prostaglandina é um hormônio encontrado no revestimento uterino que começa a aumentar sua produção no início da menstruação. 

A dismenorreia primária geralmente tende a piorar no período pré-menstrual e no início da menstruação, porém, isso diminui com a idade.

As mulheres que apresentam dismenorréia primária são mais propensas a terem cólicas apenas durante os primeiros dias da menstruação.

Dismenorreia secundária

A dismenorreia secundária é considerada a menos comum, sendo causada por uma condição médica

Como uma infecção ginecológica, distúrbio disfórico pré-menstrual (TDPM), endometriose, miomas uterinos ou cistos ovarianos

Essas cólicas menstruais costumam piorar com a idade e podem durar toda a menstruação

As mulheres que apresentam dismenorréia secundária precisam se consultar com um(a) ginecologista para avaliar o caso, encontrar a causa e o tratamento ideal.

1. Posições para aliviar as cólicas menstruais

Colocar essas posições em prática não leva muito tempo e você não precisa ser um profissional para fazê-las

Além disso, você nem precisa ter um tapete de ioga, acredita?

Você pode testar essas posições na cama

E também, você pode aproveitar para fazê-las ao acordar e começar o dia com o pé direito.

Confira abaixo quais são essas posições para cólicas menstruais:

Postura da criança

Essa é uma das posturas de ioga mais familiares, mesmo para praticantes menos experientes ou que são completamente novos na prática de ioga

Essa postura tem como alvo a cólica menstrual encontrada principalmente nas costas.

Confira abaixo como fazer a postura da criança:

Mulher fazendo postura da criança

  1. Comece com os joelhos no chão ou colchonete;
  2. Separe os joelhos até eles se alinharem com os quadris;
  3. Incline-se para a frente, encoste o peitoral nos joelhos e coloque os braços esticados sobre a cabeça;
  4. Coloque a testa no chão ou sobre uma almofada;
  5. Respire 10 vezes, devagar e profundamente.

Com essa posição, você vai conseguir relaxar os quadris e alongar lentamente os músculos da parte inferior das costas.

Postura de torção reclinada

A postura de torção reclinada ajuda a relaxar a parte inferior das costas e a região inferior da barriga.

Confira abaixo como fazer a postura de torção reclinada:

Postura de torção reclinada

  1. Primeiro, deite-se de costas;
  2. Dobre o joelho esquerdo e abaixe a perna direita;
  3. Vire a cabeça para o lado;
  4. Em seguida, estenda os braços com as palmas das mãos apoiadas no chão.

Você pode permanecer nessa posição e respirar fundo cinco vezes…

Feito isso, estenda a perna esquerda e dobre a perna direita para repetir a postura e repita de 5 a 10 vezes de cada lado.

Posição fetal

Essa é uma ótima posição para aliviar cólica na hora de dormir

Para realizar a posição fetal é bem simples, confira abaixo como fazê-la:

Posição fetal

  1. Primeiro, deite de lado;
  2. Dobrar as pernas;
  3. Encoste a cabeça nos joelhos;
  4. Após isso, abrace as pernas e permaneça nessa posição.

Quando você dorme assim, os músculos ao redor da área abdominal ficam relaxados

E proporcionam alívio das contrações do útero – contrações que fazem com que a menstruação desça.

Sendo assim, como consequência desse alívio, as cólicas menstruais são reduzidas.

Postura da esfinge

A posição da esfinge é mais uma postura do ioga que pode aliviar as cólicas menstruais…

Essa posição também melhora questões relacionadas ao intestino e aos ovários.

Confira abaixo como fazer a postura esfinge: 

Postura da esfinge

  1. Comece deitado de bruços com os dedos dos pés juntos;
  2. Deixe os braços ao lado do corpo;
  3. Feito isso, alinhe os cotovelos bem abaixo dos ombros;
  4. Deixe os antebraços paralelos um ao outro;
  5. Eleve o tórax para frente entre os braços, empurrando os ombros para baixo e alinhados com as costas;
  6. Com isso, pressione levemente a pelve contra o chão.

Se mantenha nessa posição durante 20 segundos, e após isso, volte à posição inicial e repita 5 vezes.

Além de aliviar as cólicas abdominais, essa postura também alivia o estresse.

Postura dos joelhos contra o peito 

A postura do joelho no peito é muito útil quando se trata de aliviar as cólicas menstruais. 

Essa postura ajuda a relaxar o músculo da região lombar e os músculos abdominais

Confira abaixo como fazer a postura dos joelhos contra o peito:

Postura do joelho contra o peito

  • Primeiramente, deite de costas;
  • Puxe os joelhos juntos em direção à região abdominal;
  • Feito isso, permaneça nessa posição por 30 segundos.

A postura dos joelhos no peito também pode aumentar o fluxo sanguíneo na região abdominal. 

Com o aumento do fluxo de sangue, seus órgãos internos funcionam corretamente.

2. Meditação

A meditação é uma prática muito conhecida, porém, ainda é pouco praticada...

Estudos de Harvard mostram que a meditação além de promover o autoconhecimento, também traz benefícios contra uma série de condições, como a ansiedade, depressão e o estresse!

E não é só isso, viu?

Então, se você ainda não sabia como aliviar o estresse da TPM…

Ou não sabia o que fazer para aliviar a cólica na TPM…

A meditação é a resposta!

Simmm, isso mesmo!

A meditação ajuda a reduzir os desconfortos e outros sintomas da TPM!

Mas, ainda não paramos por aqui…

Confira os inúmeros benefícios que a meditação proporciona para a nossa saúde física e emocional, como:

  • Reduz a ansiedade, depressão e o estresse;
  • Melhora o sistema imunológico;
  • Promove o autoconhecimento;
  • Aumenta o foco e a concentração;
  • Fortalece a memória;
  • Aumenta a autoestima;
  • Promove o autocuidado e amor próprio;
  • Amplia as emoções positivas.

Viu só? A meditação é m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a!

A meditação faz com que você foque no presente, não permitindo que os pensamentos negativos tomem conta da sua mente…

Ou seja, a meditação te ajuda a manter o equilíbrio entre o seu corpo e a sua mente!

3. Chá de camomila 

A camomila age como calmante natural proporcionando o relaxamento necessário durante a TPM.

A camomila estimula a produção de um aminoácido chamado glicina, que reduz os espasmos musculares e deixa o útero mais relaxado…

Sendo assim, ela ameniza as cólicas menstruais.

Além disso, você também pode optar em adicionar gengibre ao seu chá de camomila…

O gengibre possui propriedades anti-inflamatórias e analgésicas que ajudam a reduzir a dor de cabeça e as cólicas durante a TPM.

Atenção: os médicos aconselham não tomar esse chá durante a gravidez, pois pode causar contrações prematuras.

4. Alimentação apropriada

Você sabia que a cólica menstrual é provocada quando há a liberação de prostaglandina?

Essa substância faz com que o útero se contraia para eliminar o endométrio…

Ou seja, o sangue menstrual!

Sendo assim, existem alimentos que ajudam a diminuir a produção de prostaglandina e reduzem a inflamação.

Confira abaixo quais são esses alimentos:

  • Amêndoas;
  • Castanhas;
  • Espinafre;
  • Couve;
  • Agrião;
  • Linhaça;
  • Sementes de abóbora e girassol;
  • Chia;
  • Gergelim.

Além disso, o açafrão também possui várias propriedades anti-inflamatórias, com isso, você pode temperar sua comida com esse ingrediente!

5. Atividades Aeróbicas 

Bom, não é novidade para ninguém que praticar atividades físicas são maravilhosas para a nossa saúde, não é mesmo? 

Mas, será que a prática de atividades físicas ajudam a diminuir a cólica menstrual?

A resposta é: SIMMM! 

Segundo estudo da Universidade Politécnica de Hong Kong, na China, fazer exercícios regularmente pode ajudar no alívio das dores causadas pela menstruação.

De acordo com a ginecologista Caroline Wall Obrali em entrevista para o Globo Esporte, as atividades físicas são eficazes e têm o poder de diminuir sintomas da TPM! 

Quer descobrir como?

A ginecologista afirma que as atividades estimulam a produção de hormônios que trazem a sensação de bem-estar, como é o caso da endorfina e dopamina…

Além disso, a prática dessas atividades ajudam a diminuir os hormônios do estresse – como a adrenalina e o cortisol.

Então, selecionamos para você as atividades aeróbicas mais indicadas para aliviar a cólica:

  • Corrida;
  • Caminhada; 
  • Dança; 
  • Andar de bicicleta;
  • Luta, como boxe;
  • Pular corda.

Além de aliviar a cólica menstrual, as atividades aeróbicas também ajudam a diminuir a ansiedade, estresse, dor de cabeça…

Então escolhe a atividade que você mais gosta e separa uma roupa bem linda e colorida para aliviar a TPM e dar tchau para o estresse!

Chegamos ao fim de mais um conteúdo recheado de curiosidades e informações aqui no Blog da Fleurity!

Esperamos que você tenha gostado e todas as suas dúvidas tenham sido esclarecidas.

Caso você ainda não siga a Fleurity Brasil no Instagram, corre para seguir! Sabe por quê? 

Lá no Instagram postamos conteúdos todos os dias no feed e nos stories, abordando assuntos como saúde feminina, menstruação, sustentabilidade e muuuito mais.

Te espero no próximo conteúdo, beijinhos!

Carrinho de compras

Não há mais produtos disponíveis para compra

Seu carrinho está vazio.

✔️ Produto adicionado com sucesso.