Em tempos de Fake News e Fanfic: Mitos e verdades sobre o Coletor Menstrual

Você não vai alargar o canal vaginal, o coletor menstrual não causa infecção, pode usar virgem e até cortar o cabinho. Vem de mitos e verdades!

Na era das Fake News sempre ficamos com um pé atrás a respeito das informações, principalmente em saber que nem todas as fontes são confiáveis, não é mesmo? Por isso, criamos este post cheio de mitos e verdades, com tudo o que você precisa saber sobre coletor menstrual.

Talvez essa seja a “luz no fim do túnel”, ou do seu canal vaginal, que faltava para refletir sobre a forma como você enxerga o período menstrual.

Fique atenta ao que você está tomando como verdade absoluta e consulte plataformas que sabem do que estão falando, ok?

Mitos e verdades sobre o coletor menstrual: tudo o que não falaram sobre ele

Muitas das mulheres sentem falta de um diálogo aberto sobre diversos tipos de assunto, principalmente quando cresceram em um ambiente familiar em que conversas sobre sexualidade, menstruação e afins são consideradas como tabu.

Porém, as informações advindas da “rua”, de sites diversos ou até mesmo de amigas, nem sempre condizem com a realidade, afinal, cada corpo é único e possui características bastante específicas, até mesmo de fisiologia e forma, por exemplo.

É um pouco óbvio que um post voltado para milhares de mulheres se torne algo genérico, mas existem algumas informações que podem ser compartilhadas para agregar a tal da “sabedoria”.

Uma das formas de abandonar o velho é obtendo conhecimento sobre o que está por vir, através de conteúdos frescos e atualizados, como é o caso aqui do blog.

Penso que se você ainda não criou um vínculo comigo está perdendo uma grande chance, porque o nosso bate-papo é prafrentex e super aberto, em todos os níveis de linguagem. Então, que tal começarmos a abrir as portas dos mitos e verdades?

Vamos abrir as portas da esperança! Ou melhor, as pernas…

Começar com esse sub é como abandonar tudo o que nos foi passado na infância, como: “fecha as pernas, você é uma mocinha”, “senta direito”...

Algumas das frases machistas que escutamos ao longo da vida, provavelmente fizeram morada também no seu subconsciente, estou certa?

Mas nem tudo está perdido! Quantas vezes você precisou ficar imóvel, prestando atenção na maneira como estava sentada ou até mesmo indagou a boa e velha frase: “vê se vazou”? Muitas, né?

Eu, por exemplo, já passei por várias situações constrangedoras a respeito dos famosos vazamentos menstruais. Até descobrir o coletor!

Quando você se adapta e escolhe a dobra que mais se encaixa na sua rotina, tudo pode acontecer! Sair da zona de observação e tensão para a liberdade total é algo que empodera e nos faz refletir os motivos para aceitarmos menos do que isso por tanto tempo.

Com certeza ainda existem algumas questões no fundo do seu ser, mas não se preocupe, nossa amizade já se tornou forte a ponto de eu poder abrir o meu caderno de filosofias menstruais para você.

Coletor menstrual causa infecção?

Vamos começar com essa pergunta capciosa: “coletor menstrual pode causar algum tipo de infecção?” A resposta é NÃO. Mas é necessário certo cuidado no manuseio, no armazenamento e na higienização antes e depois do uso, inclusive das mãos.

Como tudo relacionado à vagina, não é mesmo? Já ouviu dizer que para tocar siririca é preciso lavar bem as mãos antes? Pois é! Anote mais essa.

Inclusive, eu tenho mania de pedir para as pessoas com as quais me relaciono intimamente para que lavem as mãos antes de me tocar. Paranóia? De jeito nenhum! Amor-próprio.

Faça uma higienização completa antes de inserir o seu coletor, lave bem as mãos e o copinho, além de secar bem (costumo usar papel, pois alguns panos podem deixar fiapos presos ao silicone).

Quando o seu período menstrual terminar, ou sempre que julgar necessário, esterilize o seu coletor colocando-o em um recipiente adequado para tal. Aqui, aconselho muito o porta coletor e esterilizador Fleurity, pois ele funciona tanto para guardar, como para limpar de forma efetiva.

Basta cobrir o coletor com água e colocar por até 5 min no micro-ondas, sempre atenta à potência, claro!

Lembre-se também do tempo limite de utilização (até 12h, dependendo do fluxo) e não o ultrapasse! O nosso silicone é hipoalergênico e importado, aumentando o seu conforto e proteção.

Mais uma vez: as infecções têm a ver com a falta de higiene e não com o coletor!

Tem risco de infecção urinária com coletor menstrual?

Pode parar! MITÃO! O coletor menstrual é inserido no seu canal vaginal e mesmo que seja coladinho na uretra não possui esse poder.

A infecção urinária mais tem a ver com a falta de ingestão de água, segurar muito o xixi, alergia a alguns tipos de camisinha (isso não é motivo para deixar de usar! Opte pelas que não possuem espermicida) ou até mesmo cálculo renal.

Uma outra coisa que também é bom ficar de olho é o biquíni molhado. Tente não ficar com ele por muito tempo, pois a região é quente e escura, facilitando a proliferação de fungos e algumas bactérias.
Lembrando que caso você tenha algum sintoma de infecção urinária, é melhor procurar logo um médico ginecologista de confiança, afinal, qualquer tipo de alteração no corpo merece atenção adequada. Isso é uma coisa bastante séria!

Mas o coletor menstrual alarga o canal vaginal?

De jeito nenhum! MITO também… tanto que até mulheres virgens podem fazer o uso do lindo e maravilhoso copinho. Demais, né?

O nosso canal vaginal é extremamente elástico, já parou para pensar que passa um bebê por ele? Pois é! O coletor menstrual não faz nem cosquinha.

É claro que cada mulher possui uma estrutura corporal diferente, somos únicas em nossa beleza, rs. Se o colo do útero for baixo, o coletor ficará bem no comecinho do canal, porém, se o colo for mais alto, pode ser que ele se desloque e fique bem coladinho ao colo mesmo. O que não interfere no “alargamento da vagina”.

Inclusive, algumas mulheres são capazes de se adaptar aos diferentes tipos de tamanho dos coletores menstruais, devido à elasticidade da vagina. Enquanto outras, precisam testar tamanhos diferentes para escolher o ideal, evitando assim vazamentos e desconforto.

Sou virgem, posso usar coletor menstrual?

VERDADE! Mulher, você pode tudo! Mas lembre-se de que o seu hímen pode se romper ou não. Existem cinco diferentes tipos de hímen:

  • Anular: mais comum, em formato de anel, ele pode se expandir até que seja rompido por completo.
  • Septado: esse tem uma camadinha extra de pele, podendo dificultar um pouquinho a inserção do coletor.
  • Complacente: sendo o mais elástico de todos tende a demorar mais tempo para ser rompido, podendo até mesmo alargar e voltar à sua posição inicial.
  • Cribiforme: parecido com uma redinha, esse tipo de hímen é o mais resistente, podendo também dificultar um pouco a colocação do copinho.
  • Imperfurado: todos os hímens citados anteriormente possuem um orifício - ou vários - que possibilitam a passagem da menstruação, porém, no caso do imperfurado, isso não acontece. Sendo assim, é necessário que exista uma pequena intervenção cirúrgica para que se rompa, ou seja, antes disso, não será possível utilizar absorventes internos.

Saiba que o rompimento do hímen não está necessariamente ligado à perda da virgindade, até porque isso se dá de acordo com o envolvimento sexual com outra pessoa.
Outro detalhe que vale ressaltar é que o hímen pode ser rompido até mesmo em situações banais, como andando de bicicleta, em um tombo ou até mesmo abrindo as pernas. Não se preocupe!

Vou perder a virgindade com o coletor menstrual?

MITO! Como eu disse anteriormente, o coletor menstrual pode sim romper o seu hímen, principalmente se ele for dos mais facinhos.

Porém, há séculos fomos condicionadas a achar que apenas o rompimento do hímen tem a ver com a descoberta sexual. Pode parar, né?

Ele é uma membrana que, na minha opinião, não serve pra nada! O coletor menstrual não será o príncipe encantado da vez (gritos internos). E se você ainda acredita no amor romântico, taí outro MITO!

O amor-próprio irá lhe guiar de uma forma muito verdadeira, para que possa encontrar uma pessoa maneira, que respeite as suas vontades e o seu tempo nesse despertar e início sexual.
Enquanto isso, cuide de você para que possa ter momentos de muito prazer, inclusive, o coletor menstrual, por possibilitar ainda mais contato com o seu corpo, auxilia no autoconhecimento, fazendo com que fique ainda mais fácil descobrir como potencializar a sua força feminina. Aproveite!

Posso ter relação sexual com o coletor menstrual?

Já ouviu aquela frase: “dois corpos não ocupam o mesmo lugar no espaço?” Pois é… Meio MITO, meio VERDADE...

O coletor menstrual tradicional, o copinho que a gente conhece bem, não deve ser utilizado durante a relação sexual vaginal, até porque pode ocasionar incômodo em ambas as pessoas.

Porém, ele serve para excelentes preliminares e para um esfrega gostoso, sem a preocupação de vazamentos e sujeira por toda parte. Mas quer saber de uma novidade?

A Fleurity lançou um novo produto, que deixa a vagina livre para que haja penetração, mantendo a vida sexual ainda mais ativa e sem bagunça! É o Disco Menstrual Secret...

O novo copinho impede que o sangue desça, mantendo-o entre o coletor e o colo do útero, mas em um formato super anatômico e de uso fácil.

Algumas coisas interessantes sobre sexo e coletor: possibilita mais segurança, conhecimento corporal, deixa menos odor, cólicas bem menores e nada de secura vaginal.

Claro! Cada corpo se comporta de uma maneira diferente, fique de olho no seu organismo e perceba todas as mudanças positivas.

Posso usar lubrificante para inserir o coletor

VERDADE! Claro que pode! Mas escolha um lubrificante que seja a base d’água, para que a sua vagina não tenha reação alérgica ou qualquer outro tipo de problema. Uma dica: o óleo de coco natural e vegano é uma excelente opção para esse tipo de “esquema”.

Coletor menstrual e DIU pode?

PODE! Pode muito, pode tudo! O coletor menstrual e o DIU ficam em diferentes partes do corpo, porém é preciso um certo cuidado na hora de inserir ou retirar o coletor, para que o fio do DIU não seja puxado, o que é bem difícil de acontecer.

Uma dica é eliminar o vácuo antes de puxar o seu copinho, pois irá diminuir a chance de sucção, que pode ocasionar naquela mexidinha básica no DIU e isso ninguém quer!

O legal mesmo é conversar com o seu ginecologista sobre o assunto, até porque ele é o profissional que poderá lhe alertar em caso de qualquer problema relacionado.

Preciso enfiar o dedo e girar o coletor para que ele abra

MITO! Dependendo da dobra que você escolher, o coletor menstrual pode abrir com bastante facilidade. Faça inúmeros testes e utilize todas as dobras até encontrar a ideal para o seu corpo.

Além disso, você também pode contar com o aplicador da Fleurity, que se adapta a todos os tamanhos de coletor e à dobra em C, fazendo com que fique ainda mais fácil a inserção do seu copinho.

Conheça todas as dobras e perceba a sua adaptação. São inúmeras possibilidades para que você escolha uma favorita.

Meu sangue vai voltar para o útero com o uso do coletor

MITO! Nem em sonho isso vai acontecer. Os músculos do útero empurram o sangue menstrual para fora do útero através de um pequeno orifício, sendo impossível o fluxo reverso, mesmo que você esteja de cabeça para baixo.

Coletor menstrual pode dar cólica?

MITO! As cólicas menstruais estão relacionadas com as contrações do útero e, até onde eu sei, o coletor menstrual não tem esse poder.

Porém, o que pode acontecer na verdade são alguns pequenos incômodos, mas eles são muito tranquilos de serem resolvidos. Olha só:

  • Coletor mal posicionado: colocou o copinho e tá sentindo um desconforto ou algo estranho? Volte 5 casas e comece de novo. Retire, lave, seque e tente novamente, com mais tranquilidade, calma e paciência. Lembrando que você também pode usar o aplicador, como falamos mais acima, pois ele facilita muito a inserção “correta”.
  • Coletor com muito vácuo: já sentiu uma sucção mais forte e uma pressão? Pode ser que o seu copinho esteja com muito vácuo e para acabar com ele, basta enfiar o dedo com cuidado e apertar levemente um dos lados do seu canal vaginal, na direção oposta, claro! Preste bem atenção para que ele não se feche muito, porque poderá causar vazamento nesse caso.
  • Tamanho errado do coletor: se o diâmetro for maior do que o indicado para o seu caso, pode ser que ocasione em desconforto. Isso pode variar muito dependendo da musculatura do seu canal vaginal. Confira os tamanhos disponíveis em nosso site e faça uma análise antes de adquirir o seu.

Caso as suas cólicas sejam muito fortes e constantes, vale procurar um médico ginecologista para analisar quais fatores podem estar ocasionando isso.

Não pode entrar na água com o coletor

Onde você ouviu isso? MITO totallll! Claro que pode, tanto pode quanto deve! Chega de perder dias de férias na praia ou a aula de natação na academia.
O seu coletor menstrual irá possibilitar infinitas possibilidades, inclusive que você surfe, nade, faça kite ou qualquer outro esporte aquático. Coletor é liberdade para fazer o que quiser!

Coletor menstrual pode sair durante exercício físico?

MITO! Para né… para a retirada do coletor menstrual você precisa fazer uma leve força, contraindo o canal vaginal, como se fosse fazer cocô (ridículo falar isso, mas é verdade).

Caso você seja praticante de pompoarismo, o seu músculo ficará ainda mais forte, favorecendo o controle total da região. Se você ainda não começou, corre em algum buscador e pesquisa essa maravilha de prática!

No mais, pode fazer o exercício que você quiser, inclusive agachamento!

Não é preciso tirar o coletor para fazer xixi ou cocô

VERDADE verdadeiríssima! O coletor fica no canal vaginal, não impedindo a passagem de xixi pela uretra. E outra, o cocô tá meio “longinho”... a única coisa que pode acontecer é você precisar dar aquela verificada básica para ver se o copinho não saiu do lugar, evitando assim, possíveis vazamentos.

Coletor menstrual serve para coletar xixi?

MITO! Eu, sinceramente, não sei de onde saem essas dúvidas… Claro que o coletor menstrual não serve para coletar xixi, onde já se viu!?

Para a realização de exames de urina, é preciso adquirir um copinho específico nas farmácias, ou até mesmo no próprio laboratório, pois ele já vem esterilizado, sendo específico para essa função.
O seu coletor menstrual é para o seu ciclo, guardando apenas o precioso sangue, combinado? Ah! E esquece o tal do coletor caseiro!

Não posso cortar o cabinho do coletor

MITO! Muitas mulheres que eu conheço (sou uma delas) preferem cortar a ponta do coletor para evitar qualquer tipo de incômodo ocasionado pela haste.

Também existem aquelas que, para preservar o material, preferem virar o copinho do avesso, o que pode deixar ele um pouco mais rígido do que o normal.
Caso for mesmo cortar a pontinha, utilize uma tesoura limpa e esterilizada, além de tomar um super cuidado para não cortar demais, pois pode prejudicar a junção entre o cabo e o copo. Perder um coletor é um momento de muita tristeza, fique atenta!

Não pode dormir com coletor menstrual

MITO! Dormir com o coletor menstrual é uma das sensações mais prazerosas da vida! Tá bem… exagerei. Mas sério! Chega de ficar angustiada achando que o absorvente vai vazar na cama toda, fazer você passar vergonha na casa de alguém, estragar a sua roupa de cama novinha ou aquele pijama favorito.

Você pode ficar com ele por até 12h (dependendo do fluxo), então, já pode preparar aquele sono perfeito para repor todas as energias (ou aquela siririca marota antes de dormir).

Vou ter nojo do meu coletor menstrual

Meio MITO e meio VERDADE, mas isso irá depender da forma como você se relaciona com a menstruação, pois ainda existem alguns tabus sociais com relação ao nosso sangue.

Saiba que o coletor é super higiênico e evita até mesmo odores durante o período, onde será possível perceber sua cor viva e cheia de características incríveis que passavam despercebidas por causa dos absorventes tradicionais.

É verdade que o sangue menstrual pode fertilizar as plantinhas

Ai como eu amo esse assunto! VERDADE! Já ouviu a expressão “plantar a lua”? Tá bem, o papo vai parecer meio místico comunidade hippie, mas é super verdade que o sangue menstrual fornece nutrientes super potentes para as plantas.

Além disso, o ato de “plantar a lua”, ou seja, coletar o seu sangue menstrual e colocá-lo na terra (pode ser em um jardim ou até mesmo naquele vasinho em casa mesmo), faz com que a sua conexão feminina se fortaleça.

Que viagem… mas como isso acontece? Soa polêmico e ritualístico, umas mulheres acham interessante e outras não, nada de errado nisso. O que importa é saber com o que você se identifica. Vamos lá:

Primeiro, é preciso perceber que o seu sangue menstrual possui magia, ancestralidade, nutrientes e muito poder. Segundo tradições antigas o sangue era depositado na terra com o intuito de que ela se tornasse mais fértil, celebrando até mesmo períodos de confraternização, por exemplo.

Não existem estudos específicos que comprovem a “eficiência” do sangue menstrual para gerar plantas mais saudáveis e viçosas, mas ele contém nitrogênio, fósforo e potássio, que são nutrientes essenciais para o desenvolvimento das plantinhas.

Caso ache interessante aproveitar seu sangue menstrual dessa forma e se conectar com a natureza, dilua-o em água para não ficar tão espesso.

Os coletores menstruais são todos iguais?

MITO! Você é igual a outra pessoa? Nem sendo gêmeo univitelino, não é mesmo? Então, por que o seu coletor seria?

Não posso falar sobre outros coletores, mas aqui na Fleurity nós usamos um silicone importado, medicinal e hipoalergênico, da marca Dow Corner, referência mundial em silicones.

Inclusive, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) concedeu à Fleurity liberação para a fabricação brasileira dos nossos coletores. Somos legalizados!

O copinho é maleável na medida certa e possui uma textura aveludada, capaz de proporcionar um conforto ainda maior durante a sua utilização.

Além disso, existem diferentes tipos de tamanho, abaixo fiz uma seleção para facilitar a sua análise e escolha:

  • Coletor Fleurity Tipo 1
    • Indicado para mulheres acima de 30 anos e/ou que já foram gestantes. Esse copinho possui 46mm de diâmetro e 80mm de comprimento (contando com a haste).
  • Coletor Fleurity Tipo 2
    • Voltado para mulheres com menos de 30 e que ainda não foram gestantes. Nesse caso, o tamanho é: 40mm de diâmetro e 80mm de comprimento (contando com a haste).
  • Coletor Fleurity Mini
    • O queridinho das mulheres com o canal vaginal mais estreito, virgens, que possuem o colo do útero mais baixo, com histórico de ressecamento vaginal, que tenham feito cirurgia vaginal estética, que estejam amamentando ou no período após a quarentena. Caso você não tenha se adaptado aos outros tamanhos de coletor por serem grandes, ele é um forte aliado para que não desista de utilizar o coletor menstrual. Experimente tentar! Esse copinho tem 39mm de diâmetro e 63mm de comprimento (contando com a haste).

No próximo tópico, vou falar um pouquinho sobre a escolha baseada na altura do colo do útero. Não deixe de ler!

Preciso medir a altura do colo do meu útero antes de comprar o coletor?

SIM e NÃO. Algumas mulheres se sentem mais confortáveis com a escolha do coletor menstrual após verificar se o útero é baixo, médio ou alto. Porém, isso não é uma regra.

Saber a altura do colo do útero pode auxiliar na hora da colocação do copinho, evitando desconfortos e até mesmo possíveis vazamentos.

Pra começo de conversa, o seu colo pode ficar mudando de acordo com o período, somos cíclicas, lembra? Então, vale medir em um dia “normal”, durante o período menstrual e até mesmo no ovulatório. Só para ter certeza…

Nunca mexa na sua pepeka sem antes lavar bem as mãos, combinado? Depois de fazer a higienização certinha, escolha uma posição bem confortável (de pé, agachada, com uma perna para cima...).

Enfie o dedo indicador, o médio ou ambos no seu canal vaginal com toda a delicadeza do mundo. Vá deslizando suavemente até encostar no colo do seu útero.

O próprio dedo possui as medidas! Se você inseriu o dedo até a primeira marquinha, seu colo é baixo, se foi até na metade, seu colo é médio e se o seu dedo foi totalmente “abduzido”, seu colo é alto. Fácil, né?
E não se preocupe! O seu canal vaginal possui espaço para a inserção do copinho e, caso você tenha o colo do útero muito baixo, também temos a opção do coletor mini.

Coletor é caro?

MITO! Pare um minuto e analise quantos absorventes tradicionais você utiliza ao longo da sua vida menstrual: são aproximadamente 10 mil unidades! Se fizer essa conta vai ficar um pouco chocada, assim como eu.

No caso do coletor menstrual, o seu investimento irá durar até 3 anos, ou seja, nesse período não será necessário adquirir outros métodos para o seu ciclo.

Outra coisa bemmm interessante: possuímos kits com dois coletores, para que você possa dividir os custos com alguma amiga, namorada, mãe ou filha… até mesmo do frete! Demais, né? Sem contar que dividimos as compras no nosso site, então o que você está esperando para adquirir logo o seu?

Desvantagens do coletor menstrual

Eu ouvi - li - desvantagens? A única desvantagem é que você não começou a usar antes, só isso! Com o copinho menstrual você consegue:

  • Economizar;
  • Ajudar o meio ambiente;
  • Conhecer melhor seu corpo e seus ciclos;
  • Elevar a autoestima;
  • Realizar diferentes tipos de atividades com liberdade;
  • Transar (com o Secret);
  • Tirar somente a cada 12h, dependendo do fluxo.

Algumas mulheres precisam de um período maior de adaptação, o que é bastante normal. Mas você pode contar com o período de testes da Fleurity para isso, além de um suporte super preparado capaz de tirar todas as suas dúvidas.


Quer mais informações sobre essa maravilha da humanidade? Acesse a loja online Fleurity!