Lua vermelha e lua branca: o que isso tem a ver com o ciclo menstrual?

Sempre que acontece algum fenômeno com a lua, como a lua vermelha, surgem milhares de mitos relacionados a esse astro. Um deles é sobre sua conexão com a menstruação das mulheres. Mas será que isso faz sentido?

Na verdade, existe uma crença popular antiga que relaciona os períodos de ovulação e menstruação às luas cheias e novas. Não à toa, a própria palavra menstruação deriva do latim “mensis” (mês), que está relacionado à “mene”, que significa lua no grego antigo.

De acordo com a filosofia do Sagrado Feminino, quando a mulher começa a conhecer melhor essa relação entre seus ciclos e assumir uma vivência cíclica, é possível harmonizar a vida como um todo.

Por isso, no blog de hoje, vamos saber tudo sobre a conexão do nosso ciclo menstrual com a lua e como podemos aproveitar ao máximo nossa energia em cada fase. Vamos lá?

Será que as mulheres são mesmo como a lua?

Todo mundo já ouviu falar sobre as fases da lua, certo? Você pode até nunca ter pensado sobre isso, mas com certeza já observou que vemos a lua em diferentes formas durante o mês: cheia, minguante, nova e crescente.

O que determina cada uma dessas fases é o tamanho da área da lua que é iluminada pelo Sol. Cada fase dura entre 7 a 8 dias e o ciclo total das 4 fases lunares dura entre 28 e 30 dias.

Da mesma forma, as mulheres também passam por diferentes fases do ciclo menstrual durante o mês: menstruação, fase folicular, ovulação e fase lútea.

O que determina cada uma dessas fases é a preparação do nosso corpo para gerar a vida, ou seja, receber o óvulo fecundado. O período de sangramento dura, em média, 7 dias e o ciclo menstrual completo leva de 28 a 30 dias.

Graças a essas coincidências, o ciclo menstrual feminino também pode ser chamado de lunação interna.

Para alguns, isso até pode ser só coincidência. Mas a verdade é que a lua e cada uma de suas fases sempre foram grandes indicativos para as civilizações antigas, principalmente para identificar as fases cíclicas e biológicas da mulher.

Um estudo publicado pela revista Science Advances, inclusive, reafirma a relação entre esses dois ciclos. Entretanto, os autores afirmam que a influência da vida moderna, como a exposição à luz artificial e sono desregulado, podem diminuir a sincronia menstrual e lunar.

O que a fase da lua em que você menstrua pode dizer sobre você?

Antigamente, quando as pessoas viviam 100% conectadas com a natureza, acredita-se que as mulheres tinham seu ciclo menstrual totalmente influenciado pela energia das fases da lua.

Essa conexão era descrita pelo ciclo da lua branca e o ciclo da lua vermelha:

Ciclo da lua branca

O ciclo da lua branca é aquele em que a mulher ovula próximo da lua cheia e menstrua próximo da lua nova. Esse era o ciclo considerado “normal”, já que a energia das fases do ciclo reprodutivo feminino estavam alinhadas à energia das fases da lua.

No período de ovulação, por exemplo, é quando a mulher se sente mais bonita, atraente, com alta libido e vontade de viver. Em resumo, é quando estamos no nosso auge, brilhando de dentro para fora, assim como a lua cheia. 

Por outro lado, a energia da menstruação está ligada à lua nova, a um momento de introspecção, de desapegar do que passou e desacelerar corpo e alma para começar um novo ciclo — assim como a lua.

O ciclo da lua branca era celebrado em rituais e festivais relacionados à prosperidade, fertilidade e abundância. Acreditava-se que as mulheres desse ciclo tinham mais inspiração, entusiasmo, criatividade e a energia da fertilidade também era muito maior.

Ciclo da lua vermelha

No ciclo da lua vermelha acontece o contrário: a mulher ovula próximo da lua nova e menstrua próximo da lua cheia. Como são energias contrárias à energia lunar, esse ciclo era relacionado ao exótico, às bruxas e às feiticeiras.

Nesse ciclo, quando a lua está no seu ápice, a mulher está menstruando, em um momento de introspecção, intuição e espiritualidade. Por outro lado, quando a lua está em seu momento mais escuro, a mulher está ovulando, no auge do seu brilho externo.

No geral, mulheres da lua vermelha são mais focadas no interior do que no exterior. São mais intuitivas, têm uma visão geral mais aguçada, se encaixam menos nos padrões e têm uma energia mais sensual e exótica.

👉 Veja também: 3 livros que todas mulher deveria ler

Arquétipos do ciclo menstrual e as fases da lua 

A conexão entre a menstruação e as fases da lua vai muito além dos ciclos de lua branca e lua vermelha. Outra relação muito fácil de se identificar está relacionada aos arquétipos do ciclo menstrual.

Isso porque, em cada uma das fases do nosso ciclo, adotamos diferentes arquétipos, ou seja, diferentes padrões de comportamento de acordo com nossos sentimentos, energias e emoções.

Esses padrões também podem ser relacionadas às fases da lua e às energias de cada uma delas: 

Arquétipo da bruxa ou da anciã

O arquétipo da bruxa ou da anciã é assumido no período da menstruação e está ligado à energia da lua nova.

Esse é o período em que estamos nos abrindo para um novo ciclo, uma fase que trabalha ao mesmo tempo a morte e o renascimento. Por isso, temos menos energia física e é um momento de introspecção, descanso e avaliação do ciclo anterior.

Arquétipo da donzela

O arquétipo da donzela é assumido no período da pré-ovulação e está ligado à energia da lua crescente.

Esse é o momento em que a mulher, assim como a lua, está se desenvolvendo. É um momento de energias dinâmicas, autoconfiança, determinação e ambição. Ou seja, a hora perfeita para iniciar novos projetos ou mudar um hábito.

Arquétipo de mãe

O arquétipo de mãe é assumido no período da ovulação e está ligado à energia da lua cheia.

Esse é o auge da nossa energia e vitalidade. É o momento em que estamos mais criativas, bonitas, com a energia sexual em alta e extremamente radiantes.

Graças à ovulação, também é o momento em que mais nos doamos ao outro, seja em uma gestação ou um projeto. A energia dessa fase transcende a mulher e é mais canalizada para a partilha e o cuidado ao próximo.

Arquétipo da feiticeira

O arquétipo da feiticeira é assumido no período da pré-menstruação e está ligado à energia da lua minguante.

Esse é o momento em que o óvulo liberado não é fecundado, então a mulher passa a se despedir do ciclo antigo para iniciar um novo. Nossa energia está menor e mais sensível, por isso, ela se volta para dentro e o corpo pede desaceleração.

Por que acompanhar o nosso ciclo menstrual?

Em uma era em que grande parte das mulheres não vive o seu ciclo natural devido aos hormônios contraceptivos, conhecer o seu próprio ciclo menstrual é a melhor maneira de se reconectar com a natureza, a nossa intuição, essência e toda a potência do Sagrado Feminino.

Essa também é uma forma de entender melhor nossas mudanças de humor e de comportamento, aprendendo a olhar com mais amor e compreensão para as nossas fases — que realmente são como as da lua!

Seja você uma mulher do ciclo da lua branca ou do ciclo da lua vermelha, conhecer o seu próprio ciclo é libertador e empoderador. Por isso, esperamos você no blog da Fleurity para aprender ainda mais sobre menstruação, sexualidade e saúde da mulher. Até lá! ❤️

Carrinho de compras

Não há mais produtos disponíveis para compra

Seu carrinho está vazio.

✔️ Produto adicionado com sucesso.